Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

guia de lazer 2019

olá pessoas lindas 

espero que 2018 tenha sido um ano pleno para todos vós, que tenham aproveitado as nossas propostas do guia de lazer para 2018 e que se sintam inspirados para construir um 2019 ainda melhor.

à semelhança do ano anterior convidei os leitores desde singelo blog para partilhar as experiências de lazer que mais tinham gostado em 2018. juntando todos os contributos, deixo-vos o nosso guia para 2019 … aproveitem-no para se (mais) felizes partilhando (bons) momentos com quem amam.

guia de lazer 2019..

imagem retirada daqui

 

onde ir:

no verão - portugal continental

chaves e vidago - norte de portugal continental

trás-os-montes e alto douro - nordeste de portugal

ilha de são miguel e mais aqui - açores 

ilha terceira - açores

ilha santa maria - açores

suíça

irlanda

 

onde comer:

restaurante o bairro - aveiro

restaurantes de tapas - coimbra, leiria e santarém

restaurantes na ilha de s.miguel - açores

toucinho - almeirim

solar do moinho - cardigos

ninho d'hamburgo - arruda

o antónio - bobadela.

 

o que visitar:

museu de história natural e ciência - lisboa

jardim botânico, portugal dos pequenitos e quinta das lágrimas - coimbra

 

outras propostas:

londres e arredores

 

obrigada a todos e a todas que contribuíram para darmos boas ideias de viagem a quem por aqui passa 

os meus agradecimentos também à célia, à mãe maria, à sonhadora, à célia, à mãe coruja, que embora não tenham partilhado informações sobre destinos deixaram algumas sugestões. 

pedido de contributos: guia de lazer para 2019

há muito que nada vos peço.

para não se "mal habituarem". cá venho eu fazer um pequeno grande pedido/desafio.

lembrar-se-ão os mais atento que no ano transato - não sei porque mas acho chic esta expressão - lancei o desafio "

guia de lazer blogs 2017" . pedindo o vosso contributo na partilha dos locais/experiências que mais gostaram nesse ano. como a partilha é boa e como as experiencias são inspiradoras, venho repetir o pedido 

contem-me onde foram (viajar, comer, brincar...) o que fizeram (desportos, spa, workshops), que experiencias tiveram que vos trouxe sensações positivas, que vos deixou mais felizes. vamos inspirar-nos uns aos outros.

até dia 16 de dezembro receberei os vossos contributos (textos ou links para post que tenham feito em blogs ou redes sociais). dia 17 de dezembro sairá quentinho o guia de lazer para 2019 da mami e seus leitores  (com base nas experiências de 2018).

quem tiver curiosidade não deixe de consultar o guia para 2018 ... vai sempre a tempo de ter boas experiências ou de mimar quem ama.

guia de lazer 2019

 

 

desafio do advento de 7 de dezembro

uber eats - estou rendida!

sou daquelas pessoas que quando via filmes ou séries americanas ficava com inveja da quantidade de restaurantes/tipo de comida a que as pessoas podiam aceder através de uma simples chamada telefónica.

não sou bicho do mato. mas há alturas que não me apetece sair – sobretudo no inverno quando, se pudesse, hibernaria-, e também não me apetece cozinhar ou apetece-me comer uma coisa diferente, ou seja, algo que não sei cozinhar!

a minha relação com lisboa é de uma amizade colorida. não temos - ainda - uma relação estável, mas passo algum tempo na capital. e gosto muito. não sei como será quando tivermos uma relação mais estável… todos sabemos que numa relação estável se descobrem aquelas coisas que teimávamos em não ver… bem…já estou a divagar.

voltemos à questão que me traz hoje aqui: comida!

na minha ultima estadia em lisboa experimentei a uber eats e fiquei m.a.r.a.v.i.l.h.a.d.a.

instalei a aplicação, procurei o tipo de comida, escolhi o que queria e passados 40m estava a comer um sushi maravilhoso.

a entrega foi de acordo com o previsto na aplicação, o pagamento foi via paypal – não tive de fazer nada pois já tenho conta na uber, o senhor que entregou o pedido foi super educado e simpático e a comida vinha bem acondicionada e era de qualidade.

o preço do restaurante era muito semelhante ao que encontro normalmente nos restaurantes do género e pela entrega paguei 2,90€ - achei muito razoável, tendo em atenção que fiz a encomenda arremessada no sofá, não sujei louça a cozinhar, só gastei sola de sapato para ir à porta do prédio e deliciei-me com a comida.

41513695_664763790573046_7684348026197901312_n.jpg

 

nota: este post não contém nenhum tipo de publicidade paga, apenas um louvar da minha parte pela existência da uber eats … e a tristeza por esta não existir também na aldeia 

os (meus) melhores restaurantes de tapas

comer é um dos meus maiores prazeres. adoro sabores diversos, experiências diferentes. prefiro a qualidade à quantidade. um conceito que satisfaz está minha forma de encarar a gastronomia são as tapas, um conceito espanhol que sempre me fascinou e que em portugal tão bem fazemos sob o nome de petiscos.

 

o giz em aveiro é um excelente restaurante de tapas. um restaurante pequeno, com excelente decoração e um ambiente acolhedor. os pratos dividem-se entre o tradicional e novas combinações/propostas. convém fazer reserva.

 

em coimbra a minha preferência divide-se entre o dux (com vários restaurantes na cidade) e o maneirista. ambos com excelentes propostas nas suas ementas e uma boa carta de vinhos são locais de deliciosas perdições.

 

tapas

 

outra referência impossível de ignorar é o tromba rija em leiria. embora o restaurante não seja na sua essência de tapas, estas são deliciosas e variadas. a decoração é tradicional e muito acolhedora. o atendimento     e simpatia são de excelência.

 

em santarem encontra-se o meu restaurante de tapas de eleição: taberna ó balcão. decoração diversa (parece que foram às casas das avós e trouxeram um pouco de tudo, que estranhamente fundem-se numa perfeita harmonização), simpatia no atendimento e comida d.i.v.i.n.a.l.

 

como sabem estou sempre recetiva a novas sugestões 

 

restaurante o bairro

parece que pela cidade de aveiro também podemos encontrar um "o bairro" - localizado no coração da praça do peixe, com uma decoração catita e sabores divinais.

os preços não são muito simpáticos - pagar custa sempre, mas estão perfeitamente alinhados com a qualidade do produto que disponibilizam.

ao chegar fomos brindados com uma taça de espumante da bairrada - é sempre uma ótima forma de sermos acolhidos.

a carta é simples e sem grande espaço a dispersões: 5 opções de entradas, 5 pratos de peixe, 4 pratos de carne e o mesmo n.º de sobremesas, acrescenta ainda um prato vegetariano e um menu infantil.

 

caldeirada

a entrada escolhida: "a caldeirada do nosso bairro"

a reinvenção da tradicional caldeirada da região, com novas texturas mas o mesmo sabor - uma surpresa deliciosa.

 

o mercado mora em frente

"o mercado mora em frente" foi o prato de peixe por mim escolhido, para além do excelente aspeto é de destacar a mistura de texturas e a o cremoso risoto.

 

naco de novilho

 delicioso "naco de novilho" - destacam-se aquelas bolinhas com castanha de excelente textura e sabor!

 

algumas notas:

- no restaurante, segundo o simpático "pescador" que nos atendeu, tudo é confecionado na hora. este aspeto implica uma certa "demora". ir esfomeado para "o bairro" não é boa ideia.

- desde o nascimento da pequenita ir a restaurantes implica sempre um contacto prévio para garantir que somos "bem acolhidos" com o nosso baby trator! este restaurante foi excelente. fizemos reserva e guardaram-nos uma mesa onde o carrinho de bebé ficava bem acomodado, permitindo que a princesa dormisse tranquilamente ao lado dos papás enquanto estes se deliciavam. assim vou introduzir o meu, recém criado, baby friendly (puristas do português desculpem a minha opção em inglês, mas é mais curto e objetivo ;) )

baby friendly

 

morada: largo da praça do peixe 24, 3800-209 aveiro

4 restaurantes que amei em s. tomé

s. tomé é um país de contrastes, de emoções e sensações. ninguém fica indiferente quando o visita.

pode gostar, pode não gostar... mas não pode negar que é um local com uma aura diferente.

foi uma viagem que me incomodou. e incomodar não tem de ser mau. fez-me sair da minha zona de conforto, do meu mundo cor-de-rosa. fez-me valorizar mais aquilo que já esquecera de valorizar.

 

mas como é de tachos e paparoca que vamos falar, ficam aqui os "meus" quatro restaurantes imperdíveis em s. tomé e príncipe:

 

.1. dona tété (localizado em s.tomé cidade)-  um quintal acolhedor com a simpatia do bem receber e o gosto em agradar - muito natural sem nada de forçado. a ementa é simples e apresentada à chegada, com destaque para o bom peixe. cerveja fresca para acompanhar - a rosema, cerveja nacional.

 

.2. restaurante da roca são joão dos angolares (localizado na localidade com o mesmo nome) - um delicioso menu de degustação num local lindo, com vista fantástica. uma experiencia sensorialmente completa! o restaurante conta com a assinatura do chefe joão carlos silva - tivemos a sorte da nossa degustação ter sido preparada e apresentada pelo chef -, uma delícia de pessoa.

 

1381187943.png

imagem retirada daqui

 

.3. casa museu almada negreiros (localizado roça da saudade) - mais uma mágica descoberta. um local perdido numa aldeia, nasce de uma associação de jovens que trabalha pela dinamização cultural da região e pela educação e cultura dos mais novos. opção única de almoço, com entrada, prato e sobremesa ... vale a pena deixar-nos surpreender. a "varanda" onde são servidas as refeições é encantadora e a vista deslumbrante. tudo é requintadamente simples e enquadrado nas cores e aromas da ilha.

 

.4. papa figos (localizado em s.tomé cidade) - pela proximidade com o hotel (pestana) este foi o restaurante que mais frequentamos. é um restaurante simples, grande e com atendimento muito simpático - aliás, simpatia foi o que mais encontramos por s. tomé. a comida é boa, com alguma variedade e os preços são muito convidativos.

 

se tiverem outras sugestões de restaurantes em s. tomé façam favor de as partilhar!

meu caro triptofano espero que a informação chegue a tempo 

3 restaurantes que adoro em aveiro

a veneza portuguesa, para além dos deliciosos ovos moles e das tripas doces, é rica em variada gastronomia.

 

as minhas sugestões para comer na cidade:

 

.1. tasca do confrade – na emblemática praça do peixe encontramos este restaurante de comida e decoração tradicional. excelente comida (qualidade e confeção) e um atendimento humilde e simpático (rua dos marnotos, nº34)

 

.2. giz – o meu restaurante de tapas em aveiro! (para quem deseje pratos completos é também uma excelente opção), com uma decoração que aposta nos pormenores. alguns imperdíveis: carpaccio de novilho, revueltos de alheira com espargos verdes, petinguinhas fritas, espetinho de camarão com queijo panado e muito mais (rua engº von haff 34)

 

.3. pizzarte – seguindo a minha paixão por comida italiana impossível não destacar este restaurante. tudo é delicioso e bem confecionado, a minha preferência cai sempre pelos crepes – de frango ou salmão e rúcula! (rua engº von haffe, 27)

 

jkljlkjl.jpg

 

aguardo que partilhem outros locais interessantes para se comer em aveiro

3 restaurantes que adoro no porto

a cidade do porto é linda e repleta de boa gente. a sua deliciosa gastronomia é, sem dúvida, outro aspeto a enaltecer!

 

a oferta de restaurantes é diversa e estes são, por enquanto, os meus preferidos:

 

.1. lado b – para a bela da francesinha. afirmando que têm a melhor francesinha do mundo têm o que para mim é the best: um molho com um ligeiro toque picante! (rua de passos manuel 190/192, frente ao coliseu).

lado b porto

 

.2. abadia do porto. comida tradicional portuguesa com confeção de excelência e uma carta de vinhos extraordinária (rua ateneu comercial do porto, 22/24)

abadia do porto

 

.3. la ricotta – gastronomia italiana deliciosa e a um preço acessível. ok não é gastronomia local, certo. mas para quem, como eu, adora comida italiana, esta é uma excelente escolha! ao almoço (incluindo fim-de-semana) existem menus por 12,50€ cuja composição é deliciosa, a começar logo pelas entradas! (rua de passos manuel, nº18)

 

 como sou rapariga de bom garfo aceito as vossas sugestões de restaurantes na cidade do porto...até porque rumo a norte este fim-de-semana 

onde se come a melhor francesinha do porto?

sugestões

o.mais.que.tudo. é fã incondicional da bela da francesinha.

a mim, confesso, passa-me ao lado. aliás sou mesmo daquela que pede francesinha mas manda tirar quase tudo: linguiça, mortadela, fiambre… estou a imaginar o ar horrorizado dos amantes puristas da francesinha 

como por amor tudo se faz…e porque gosto de uma fresca super bock…sempre que dá o desejo de requinte ao amor, lá vou eu.

ele é fã incondicional do capa negra II (parece que também há uma capa negra I mas esse não conheço), por isso este é por norma o restaurante escolhido.

eu gosto de variar e experimentar, por isso cometi a loucura de propor experimentar outro! ele, por norma, acede a pedidos (razoáveis) da minha parte. assim, iniciei a minha pesquisa pela net, queria encontrar um mesmo bom!

e o vencedor foi: o café santiago – que fica mesmo em frente ao coliseu do porto.

tinha lido que há sempre fila de espera, mas como íamos para um almoço tardio de sábado (15h30) não teríamos problemas… errado!

havia uma .l.o.n.g.a. fila, o funcionário disse-nos que o tempo médio de espera seria 1h. ora bem, almoço tardio implicava que a fomita já se manifestava…portanto para mim era impensável esperar mais uma hora!

o.mais.que.tudo. olhou para mim com aquela cara de “vamos ao capa negra II” e eu respondi verbalmente: não. há outro nesta rua que dizem que também é bom!

assim, numa olhadela para o lado (sim porque é mesmo ao lado) vislumbramos o lado b que se autointitula “a melhor francesinha do mundo desde 2013”.

tinha lido boas referências. nele havia também uma generosa fila. fomos informados que o tempo de espera seria de, no mínimo, meia hora.

estavamos no momento decisivo (é terrível estar à espera num restaurante, com fome, e ver toda a agente a comer. cruel até!).

a fila do outro era maior e eu, teimosamente não queria ir ao habitual capa negra!

optámos por esperar e para minimizar o esforço esperamos ao balcão enquanto malhávamos um fino  (na verdade foram  - era a ansiedade!)

não sou especialista neste típico prato portuense mas a francesinha estava deliciosa, o molho tinha um leve toque picante, o paladar, a textura, a temperatura tudo divinal! efetivamente a melhor que já comi. se é a melhor da cidade? não sei. mas que é muito boa, é!

francesinha

 

terei, numa próxima vez, de acampar junto do café santiago para ver se a qualidade da sua francesinha faz jus à sua fama!

 

e para vocês,  onde se come a melhor francesinha do porto?

dona tété - são tomé e príncipe

restaurante

dona-tete.jpg

estou apaixonada pelos lugares de são tomé, pela sua gente e pela sua gastronomia.

 a oferta de restaurantes em são tomé não é muito alargada (nesta altura do ano muitos fecham para manutenção). 

na procura de restaurantes, como já é habitual, recorremos ao tripadvisor. o restaurante dona tété surgia em primeiro lugar. lemos as críticas e consideramos uma excelente aposta.

pedimos algumas indicações do hotel, colocamos a morada no gps e ... perdemo-nos! o meu mais que tudo é um aventureiro pelo que alugámos carro e andámos à descoberta...mas há recantos, como este, que, sem ajuda, dificilmente lá se chega!

por isso, e antes que me esqueça, ficam aqui as indicações para chegar à dona tété: estando na cidade de são tomé deverá dirigir-se ao hotel pestana, continuar por essa estrada, passando o casino, até avistar uma placa a dizer s. gabriel; logo a seguir a essa placa encontrará um corte à direita; avistará se imediato um barracão azul do lado direito e deverá cortar à direita logo antes do barracão... e aqui começa a aventura! se não tiver um carro todo terreno deverá ponderar a viagem; o acesso é em terra batida com muitos socalcos. nesta estrada o primeiro que vai pensar é que está enganado, que não é possível... mas é! continue e corte novamente à direita, no final desse caminho vire à esquerda (seguindo um caminho com um riacho que ficará do seu lado direito); assim que avistar uma mini ponte, sobre o riacho, de acesso a uma casa terá chegado à dona tété. chegar lá é uam verdadeira aventura!

ao chegar, entramos na casa da "dona tété" e a mesa estava posta no quintal.

um belo espaço com uma zona de jardim e outra coberta, onde a cozinha estava visível para todos.

o local é simples (como quase todos em são tomé) mas muito bem cuidado. a dona tété está presente a atender os seus clientes.

a ementa é igualmente simples, sem carta, come-se o prato do dia, por norma peixe grelhado (poderá ter duas ou três opções de peixe). 

comemos, para entrada, chocos grelhados; como prato principal barriga de barracuda grelhada, acompanhada de fruta pão (regada com o molho da casa), outros vegetais cozidos e banana frita; bebemos a bela da rosema (cerveja nacional de meio litro sem rótulo); para sobremesa deleitamo-nos com a mousse de  sape sape (fruto).

todos os alimentos eram extremamente frescos e bem confecionados. a rosema também à temperatura certa. um ambiente acolhedor, com bom espaço entre mesas e a simpatia da dona tété e seus colaboradores. O valor é normal relativamente aos restaurantes mais turísticos (média de 26€ por casal). um restaurante imperdível numa viagem a são tomé.

 

grande falha desta blogger em desenvolvimento...ao estar a absorver todos os imputs do local e em modo de namoro...só me lembro das fotos quando o prato já está vazio  deixo aqui o facebook do restaurante dona tété para tentar colmatar esta minha falha.

 

Mais sobre mim

Mensagens

leitura para crianças

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

diz não à violência doméstica

instagram

facebook

pinterest

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

rasurando

logo.jpg