Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

bolachas sem açúcar (saudavelmente doces)

não é este o desejo de todos nós?

poder comer sem culpa?

pronto, pode não ser o de todos, mas é o meu 

para ter um peso minimamente decente tenho de ter imensos cuidados (tanta inveja de quem recebe isso como presente genético!)

com a princesa guerreira as exigências na escolha dos alimentos aumentou...muito!

a preocupação deixou de ser apenas as calorias e passou a ser o saudável que o alimento seria ou não – e neste aspeto as calorias são rapidamente destronadas, pois alimentos pouco calóricos não são, necessariamente, alimentos saudáveis.

não me lembro de antes dela andar obcecada a ler rótulos de alimentos. a descoberta dos rótulos foi assustadora!

o natural e simples dos alimentos é a aposta ganha. E esse critério é a base para os cozinhados que preparamos.

Vamos então preparar estas deliciosas bolachas que dão para a mamã e para o bebé (desde que já tenha feito a introdução do ovo) ... e vá, e para o papá também!

Como poderão ver os ingredientes são simples e bastante naturais (dentro do possível). A única batotice é a pensar nos mais crescidos e são os cornflakes.

 

receita

bolachas sem açúcar

ingredientes:

2 ovos

1 chávena de farinha de aveia (preferencialmente moída no momento)

1 chávena de farinha de trigo integral

1 banana madura

3 tâmaras descaroçadas (secas sem açúcar)

1 colhe de sopa bem cheia de óleo de coco (medida em estado sólido)

2 colheres de sopa de cornflakes (opcional)

 

preparação;

junta as  farinhas numa taça. reserva.

coloca na misturadora/trituradora/liquidificadora os ovos e as tâmaras. tritura. 

faz o mesmo processo com a banana e o óleo de coco derretido.

Junta as misturas líquidas à taça das farinhas. Envolve bem todos os ingredientes.

faz bolinhas e, se quiseres parte das bolachas com uma componente crocante, passa as bolinhas pelos cornflakes.

coloca as bolinhas sobre o tabuleiro com papel vegetal e espalma ligeiramente.

Leva a forno, pré-aquecido a 180ºC, por 15 minutos

 

bolachas sem açúcar

 

eu deixo-as assim com um aspeto rude, mas podem ser feitas mais direitinhas e até com formas 

queques de aveia e banana - sem açúcar

desde que a pequena começou a “trincar” não há quem a pare!


tenho procurado alternativas saudáveis para o pequeno-almoço e para o lanche – e para me safar quando vamos a uma consulta ou coisa do género e a fome espreita pela longa espera.


estes queques são uma excelente opção pois são: super fáceis, saudáveis e deliciosos.


a receita dá para 10 queques pequeninos – tamanho ideal para os mais pequenos.


 



 


ingredientes


2 bananas médias bem maduras


1 ovo


6 colheres (sopa) bem cheias de farinha de aveia


1 colher (sopa) bem cheia de farinha de linhaça


1 colher (sopa) bem cheia de óleo de coco


1 colher (café) bem cheia de canela em pó


1 colher (café) bem cheia de fermento em pó


 


preparação


esmaga a banana, reserva


bate o ovo e junta à banana esmagada.


adiciona o óleo de coco. envolve bem.


junta e envolve no preparado anterior a canela e o bicarbonato.


adiciona agora as farinhas mexendo bem até obter uma massa homogénea.


coloca em formas para muffins* e leva ao forno, pré-aquecido a 180.º, por 15 minutos (o tempo pode variar de acordo com o forno e o tamanho dos queques**)


 


 


* eu uso formas de silicone que não necessitam de ser untadas, mas se usar outras, para evitar adicionar mais gordura, podes colocar as forminhas de papel para queques na forma e encher com a massa;


** uso o tradicional teste do palito para verificar quando estão prontos.


 


ideia bónus: podes adicionar um mirtilo (fresco ou congelado) em cada queque depois de colocar a massa na forma.


queque de aveia e banana


 

bolachas de aveia sem açúcar

olha o belo do biscoito 


quando a princesa começou a querer “trincar” e aliviar o desconforto das gengivas, comecei a   pesquisar várias receitas de bolachas – quis evitar as de compra por terem adição de açúcar (de forma expressa ou velada).


após várias tentativas – algumas com resultados tão rijos que nem o cão lhes pegou, heis que cheguei a uma receita que nos deixou verdadeiramente satisfeitas. fiz apenas uns pequenos ajustes à receita original do blog as papinhas da xica - este blog é uma deliciosa perdição. 


 


- bolachas de aveia -


esta receita dá para 8 biscoitos 


4 colheres de sopa de farelo de aveia


2 colheres de sopa de flocos finos de aveia


1 colher de chá de óleo de coco


1 banana madura


2 damascos secos pequenos (cortados aos pedacinhos)


 


preparação:


esmaga a banana e mistura a aveia. adiciona o óleo de coco e o damasco. envolve bem. verifica a consistência, se necessário acrescenta mais farelo de aveia (a massa fica húmida mas sem escorrer de modo a conseguires moldar as bolachas). faz as bolachas do tamanho que preferires, coloca num tabuleiro sobre papel vegetal e leva ao forno (pré-aquecido a 180.ºc) durante 15 minutos (aproximadamente).


 


notas:


1) como o tamanho da banana e a sua consistência é uma variável, poderá ser necessário ajustar a quantidade de aveia.


2) o tempo no forno também poderá variar em função do tamanho dos biscoitos e do próprio forno.


3) a receita pode ser feita sem a adição dos damascos. caso optes por os colocar tenta comprar os que são secos sem adição de açúcar.


4) a princesa come estas bolachas desde os 7 meses e meio quanto tinha apenas os dois dentinhos de baixo - mas a verdade é que as gengivas são bastantes duras e funcionam quase como dentes. come-as sempre com a supervisão de um adulto; já tivemos que, por precaução, tirar-lhe da boca um bocado maior … e nem imaginam como ficou danada 


 


41171268_253229448667886_1987619420440100864_n.jpg


 


estas bolachas foram uma excelente companhia nas nossas idas à praia, sobretudo ao final da tarde… ajudavam a “atrasar” o jantar.

Mais sobre mim

leitura para crianças

com um xi-coração podes ajudar!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

diz não à violência doméstica

instagram

facebook

pinterest

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

rasurando

logo.jpg