Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

bolachas de amêndoa

continuo semiconfinada, luxos de uma licença de maternidade em tempos de pandemia. não posso negar que a parte mais complicada, para além dos poucos e limitados contactos sociais, é manter "feliz" a minha criaturinha de dois anos e meio. a sua energia natural é esgotante. a sua necessidade de contantes e novos inputs. a sua garra numa despreocupada e arriscada descoberta do mundo... não há nervos que aguentem!

lá vamos usando a cozinha como santuário de descontração - mas não se pense que é pacífico quando a diva ajudante põe as mãos na massa 

hoje partilho uma das experiências mais deliciosas: bolachas de amêndoa (ou quiçá o termo mais certo seja "biscoitos")

bolachas de amêndoa

 

.bolachas de amêndoa.

.90g de farinha de amêndoa

.30g de amêndoa aos palitos

.1 colher (chá) de fermento em pó

.1 pitada de sal

.30 ml de xarope de agave

.30ml de óleo de coco

.1 ovo

.raspa de meia laranja

 

preparação

.1. junta todos os ingredientes secos (farinha de amêndoa, fermento e pitada de sal), mistura bem e reserva

.2. bate o ovo e mistura-o com o xarope de agave, o óleo de coco amolecido e a raspa de laranja

.3. adiciona à mistura seca a mistura líquida, envolve bem e adiciona a amêndoa palitada

.4. leva a massa ao frigorifico por 30m

 .5. forra um tabuleiro de ir ao forno com papel vegetal e liga o forno a 150º

.6. retira a massa do frigorifico, faz pequenas bolas e achata-as com a mão ou com a ajuda de um garfo (para obter as quadriculas que vês na foto); dispõe as bolachas no tabuleiro e cozinha a 150º  durante aproximadamente 20min ou até ficarem douradas

 

diz-se que: são divinais como um miminho para acompanhar o café

bolachas de coco e limão

cá por casa continuamos com as experiências culinárias. esta semana criamos umas deliciosas bolachas de coco e limão. em metade adicionamos uma “moldura” de chocolate preto - para aqueles momentos mais gulosos. deixamos a outra metade simples para refeições ligeiras e a pensar na pequenota.

inspirem-se, façam e devorem!

bolachas de coco e limão

 

bolachas de coco e limão

- 20 unidades -

- ingredientes -

.100 g de farinha de aveia*

.65 g de farinha de coco

.3 colheres (sopa) de coco ralado

.1 colheres (sopa)  de açúcar de coco

.1 colher (café) de fermento em pó

.180ml de bebida de soja (ou outra bebida vegetal)

.raspa de um limão

.1 ovo

.chocolate preto 70% cacau (opcional)

 

*se só tiveres flocos de aveia basta tritura-los até ficarem em farinha

 

- preparação -

.1. junta todos os ingredientes secos (farinha de aveia, farinha de coco, coco ralado, açúcar e fermento), mistura bem e reserva

.2. bate o ovo e mistura-o com a bebida vegetal. adiciona a raspa de limão

.3. forra um tabuleiro de ir ao forno com papel vegetal e liga o forno a 150º

.4. adiciona à mistura seca a mistura líquida; envolve bem e amassa com a mão

.5. faz pequenas bolas e achata-as com a mão ou com a ajuda de um garfo (para obter as quadriculas que vês na foto); dispõe as bolachas no tabuleiro

.6. cozinha a 150º  durante aproximadamente 25min ou até ficarem douradas

 

caso desejes adicionar chocolate (eu usei cerca de 30g) corta-o em bocados e leva ao micro-ondas a baixa potência por um minuto. passado esse tempo mexe e coloca-o novamente no micro-ondas e vai mexendo a cada 15 segundos até obter um creme homogéneo – tem cuidado para não o deixar “cozer”.

quando o chocolate estiver pronto, “rola” as bolachas pelo mesmo. coloca-as novamente sobre o papel vegetal e leva ao frigorífico para solidificar. depois podes servir ou guardar num frasco.

bolachas de alfarroba

ola!

nada melhor para acabar a semana do que uma inspiração culinária simples e saudável!

desde o nascimento da pg que procuro e desenvolvo receitas saudáveis e sem açúcar. coisas simples que substituem muitos produtos de compra - nada de masterchef

quando iniciamos esta aventura culinária percebemos que o tempo exigido não é muito e que cozinhar é uma forma de terapia. percebendo as regras básicas e experimentando sem receio dos erros (que acontecem) é um processo que chega a ser desafiante e divertido.

há muito que não partilho receitas mas hoje trago uma de bolachas de alfarroba. as bolachas não são muito doces, têm a meu ver o docinho q.b. para darem satisfação à alma e saciar a gula. podem ser feitas fininhas (que é como eu gosto) ou um pouco mais altas. a diferença estará, sobretudo, na crocância. 

bolachas de alfarroba

bolachas de alfarroba 

 - ingredientes -

1 ovo grande

1 chávena* de farinha de aveia**

1/2 chávena de farinha de amêndoa

1/2 chávena de farinha de alfarroba

1 colher (sopa) de açúcar de coco***

2 colheres (sopa) de azeite ou de óleo de coco (derretido)

1 colher (chá) de canela em pó

1 colher (chá) de fermento

1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1 colher (café) gengibre em pó (opcional mas aconselhável)

 

- preparação -

.1. junte todos os ingredientes secos numa taça e envolva bem

.2. bata o ovo com o azeite e adicione, depois, ao preparado "seco"

.3. misture tudo muito bem e amasse com as mãos até a massa ficar homogénea (fica bastante seca)

.4. ligue o forno a 180º

.5. estenda a massa, deixando-a com a altura a seu gosto, e corte com a(s) forma(s) que quiser. 

.6. leve ao forno, num tabuleiro forrado com papel vegetal, por 15m se forem fininhas ou 25m se forem mais altas (+/- 0,5cm) - como faço as bolachas finíssimas rende-me dois tabuleiros.

.7. tirar do forno, deixar arrefecer e devorar e/ou guardar num frasco bem fechado (eu como prefiro o vidro, costumo reaproveitar os frascos grandes de conservas).

*chávena de 200ml **pode obter-se triturando os flocos de aveia *** duas se gostarem docinhas 

bolachas sem açúcar (saudavelmente doces)

sem açúcar

não é este o desejo de todos nós?

poder comer sem culpa?

pronto, pode não ser o de todos, mas é o meu 

para ter um peso minimamente decente tenho de ter imensos cuidados (tanta inveja de quem recebe isso como presente genético!)

com a princesa guerreira as exigências na escolha dos alimentos aumentou...muito!

a preocupação deixou de ser apenas as calorias e passou a ser o saudável que o alimento seria ou não – e neste aspeto as calorias são rapidamente destronadas, pois alimentos pouco calóricos não são, necessariamente, alimentos saudáveis.

não me lembro de antes dela andar obcecada a ler rótulos de alimentos. a descoberta dos rótulos foi assustadora!

o natural e simples dos alimentos é a aposta ganha. E esse critério é a base para os cozinhados que preparamos.

Vamos então preparar estas deliciosas bolachas que dão para a mamã e para o bebé (desde que já tenha feito a introdução do ovo) ... e vá, e para o papá também!

Como poderão ver os ingredientes são simples e bastante naturais (dentro do possível). A única batotice é a pensar nos mais crescidos e são os cornflakes.

 

receita

bolachas sem açúcar

ingredientes:

2 ovos

1 chávena de farinha de aveia (preferencialmente moída no momento)

1 chávena de farinha de trigo integral

1 banana madura

3 tâmaras descaroçadas (secas sem açúcar)

1 colhe de sopa bem cheia de óleo de coco (medida em estado sólido)

2 colheres de sopa de cornflakes (opcional)

 

preparação;

junta as  farinhas numa taça. reserva.

coloca na misturadora/trituradora/liquidificadora os ovos e as tâmaras. tritura. 

faz o mesmo processo com a banana e o óleo de coco derretido.

junta as misturas líquidas à taça das farinhas. envolve bem todos os ingredientes.

faz bolinhas e, se quiseres parte das bolachas com uma componente crocante, passa as bolinhas pelos cornflakes.

coloca as bolinhas sobre o tabuleiro com papel vegetal e espalma ligeiramente.

leva a forno, pré-aquecido a 180ºC, por 15 minutos

 

bolachas sem açúcar

 

eu deixo-as assim com um aspeto rude, mas podem ser feitas mais direitinhas e até com formas 

bolachas de aveia

sem açúcar

olha o belo do biscoito 

 

quando a princesa começou a querer “trincar” e aliviar o desconforto das gengivas, comecei a   pesquisar várias receitas de bolachas – quis evitar as de compra por terem adição de açúcar (de forma expressa ou velada).

 

após várias tentativas – algumas com resultados tão rijos que nem o cão lhes pegou, heis que cheguei a uma receita que nos deixou verdadeiramente satisfeitas. fiz apenas uns pequenos ajustes à receita original do blog as papinhas da xica - este blog é uma deliciosa perdição. 

 

 

 

- bolachas de aveia -

 

esta receita dá para 8 biscoitos 

 

4 colheres de sopa de farelo de aveia

 

2 colheres de sopa de flocos finos de aveia

 

1 colher de chá de óleo de coco

 

1 banana madura

 

2 damascos secos pequenos (cortados aos pedacinhos)

 

 

 

preparação:

 

esmaga a banana e mistura a aveia. adiciona o óleo de coco e o damasco. envolve bem. verifica a consistência, se necessário acrescenta mais farelo de aveia (a massa fica húmida mas sem escorrer de modo a conseguires moldar as bolachas). faz as bolachas do tamanho que preferires, coloca num tabuleiro sobre papel vegetal e leva ao forno (pré-aquecido a 180.ºc) durante 15 minutos (aproximadamente).

 

 

 

notas:

 

1) como o tamanho da banana e a sua consistência é uma variável, poderá ser necessário ajustar a quantidade de aveia.

 

2) o tempo no forno também poderá variar em função do tamanho dos biscoitos e do próprio forno.

 

3) a receita pode ser feita sem a adição dos damascos. caso optes por os colocar tenta comprar os que são secos sem adição de açúcar.

 

4) a princesa come estas bolachas desde os 7 meses e meio quanto tinha apenas os dois dentinhos de baixo - mas a verdade é que as gengivas são bastantes duras e funcionam quase como dentes. come-as sempre com a supervisão de um adulto; já tivemos que, por precaução, tirar-lhe da boca um bocado maior … e nem imaginam como ficou danada 

 

 

 

41171268_253229448667886_1987619420440100864_n.jpg

 

 

 

estas bolachas foram uma excelente companhia nas nossas idas à praia, sobretudo ao final da tarde… ajudavam a “atrasar” o jantar.

Mais sobre mim

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

leitura para crianças

facebook

pinterest

diz não à violência doméstica

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

rasurando

logo.jpg