Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

todos os bloggers são egoístas

fez ontem uma semana que mami fez três anos – 11 de maio.

não me esqueci da data, mas por vezes a vida não nos permite celebrar o que nos faz feliz.

não sou de queixumes nem de negatividade. mas arre que o tempo está enevoado por estes lados.

depois deste preâmbulo, não muito poético, que soou a desculpas e a ai, ai, ai, vamos as comemorações deste aniversário!

embora não consiga ter a regularidade que gostaria, escrever neste espaço ajuda-me (muitas vezes) a libertar o que trago na alma, a dizer as coisas em voz alta, tornando-as assim realidade.

ter um blogue é algo egoísta. não é para quem o lê, mas sim para quem o escreve – dona ou dono e senhor/a de todo esse espaço – da sua forma e conteúdo.

um espaço onde ninguém nos impõe limites ou regras, onde podemos dizer (e dizemos) o que bem nos apetece. um espaço nosso, criado e moldado em função do nosso umbigo.

os blogues têm dois tipos de leitores: bloggers e pessoas que procuram informação específica, e procurando no google chegam ao nosso espaço (podendo depois ficar ou não).

da minha experiência, há um ganho maravilhoso que surge sobretudo de outros bloggers: a empatia.

estamos no mesmo barco, com os nossos espaços criados há nossa imagem. vamos percebendo que existem outros autores com quem partilhamos algumas ideias e formas de estar, o que não implica que concordemos sempre com o que o outro escreve, mas respeitamos, pois estranhamente “conhecemos” o autor e a sua linha de raciocínio. em alguns casos sentimos mesmo a existência de uma relação afetiva.

mas não se pense que este aspeto torna os bloggers menos egoístas. é através do afeto que recebe, da partilha, do discordar de visões e opiniões, da discussão de ideias, que o blogger cresce, melhora e se torna uma pessoa mais rica. é tudo ganho!

há três anos que vou enriquecendo graças as pessoas que por aqui passam e graças aos blogs que visito. muito, muito obrigada a todos e a todas.

 

mami aniversario

imagem retirada daqui

 

neste terceiro ano tive um novo input: um hater(zinho) fabuloso que volta e meia vem cá trazer um pouco de fel. beijos e queijos para ele ou ela.

passatempo - resultado

já temos vencedora do primeiro passatempo do blog 

obrigada a tod@s que por aqui passaram e concorreram.

 

houve 42 participações e foi definido o número vencedor através de random. os concorrentes foram organizados por ordem de participação em formulário excel (realizado automaticamente pelo sistema de formulário google).

 

eis o resultado:

 

resultado passatempo

 

parabéns rita 

receitas para bebés – os meus blogs preferidos

a minha princesa iniciou a diversificação alimentar uma semana antes de completar os 5 meses. para além de ser um aspeto defendido pelo pediatra, o facto de eu começar a trabalhar, fez com que avançássemos para o novo desafio.


o pediatra referiu que seria indiferente iniciar a diversificação pela papa ou pela sopa, defendendo que a criança já terá maior pré-disposição para doces ou salgados – não fazendo por isso sentido o argumento que devemos começar pelas sopas para a criança não se habituar ao doce e depois, eventualmente, rejeitar a sopa. por opção pessoal, iniciamos com a sopa. primeiro o caldo de legumes simples (cenoura, batata, chalota -por ser uma cebola menos ácida- e alface e um fio de azeite após a fervura). depois um novo alimento a cada três dias. como a minha princesa teve anemia e esteve a tomar ferro até aos 5 meses, o médico aconselhou a introduzir a carne após a primeira semana de introdução alimentar. assim fizemos e correu tudo muito bem. a minha pequena segue a paixão gastronómica dos pais.


aos cinco meses e meio, após a introdução da fruta, introduzimos as papas ao lanche. queríamos “fugir” das papas processadas por causa das quantidades de açúcar (explicito ou disfarçado) que possuem. foi para preparar esta fase que comecei as minhas pesquisas sobre alternativas às papas processadas. fiquei muito feliz com as descobertas que fui fazendo e, sobretudo, pela existência de blogs portugueses sobre alimentação infantil.


numa perspetiva de “regresso às origens” e fazer papas caseiras, encontramos nos blogs que vos deixo várias opções deliciosas, nutritivas e diversificadas. nem todas são da minha preferência, mas encontro nestes espaços respostas às necessidades que me vão surgindo. tendo os blogs como base consigo, com mais confiança, adaptar alguns princípios às opções alimentares cá de casa, num processo de pesquisa, incorporação e inovação. os cuidados principais que tivemos foi seguir o princípio de um novo ingrediente a cada três dias de experimentação do anterior e não introduzir alimentos com glúten antes dos 6 meses. nos dois primeiros blogs encontramos as receitas organizadas por idade do bebé (muito útil).


 


papinhas da xica


na cadeira da papa


a pitada do pai


 


das papas comerciais, porque por vezes tem mesmo de ser, cá por casa usamos as papas biológicas não lácteas da holle e a solo da hero baby - preparadas com leite materno. 


atualmente já se encontram várias marcas de comida para bebé com papas não lácteas sem açúcar. as papas lácteas possuem todas algum tipo de açúcar (como a maltodextrina) pois o próprio leite tem açúcar na sua constituição.


 


receitas para bebés


imagem retirada daqui

mami | 1.ª aniversário

há um ano saiu o primeiro post deste blog tobe or not to be.

desde então muita coisa aconteceu na minha vida, assim como no blog.

quando comecei esta aventura, procurava sobretudo um espaço de desabafo para acalmar o turbilhão de emoções que enfrentava. a possibilidade de uma mudança radical na minha vida e o receio que isso comportava.

com o tempo as coisas foram seguindo um caminho natural e o blog ganhou na minha vida um espaço especial, no qual uma nova forma de me relacionar foi surgindo.

claro que não foi um ano só de entusiasmo. houve alturas em que afastei. nada tinha ou queria partilhar. andava à procura de saber se fazia ou não sentido, se valia ou não a pena. outro fator importante é o de ninguém da minha vida pessoal saber do blog (tirando um amigo armado em esperto que em descobriu ). assim, pela primeira vez na vida tenha um segredo só meu...que não é nada fácil de carregar, sobretudo quando queremos partilhar as coisas giras que por estes lados vão acontecendo.

 

ball-1869816_1920.jpg

imagem retirada daqui

 

lembro-me de algumas coisas com especial carinho:

- o primeiro destaque da sapo

- a primeira pessoa a deixar um comentário no blog

- pessoas que me fizeram rir e pensar, mas que entretanto "desapareceram" 

 

e destaco com gratidão:

- pessoas que embora nem sempre presentes, estiveram presentes em momentos muito importantes: Fátima BentoMaria MochaKikas; a mãe dos PP's  

- as pessoas com quem do nada e sem razão se desenvolve uma empatia natural  Robinson Kanes; SofiaHDA Desconhecidam-MLynceMariamiss queerMarta ElleMalikBlog da Osa;cheia 

- tod@s aqueles que me brindam com as suas visitas, boa disposição e sabias palavras  MulaO CoisoAnaKalilaLoulouA Hipster ChiqueT.Maria AméliaO ultimo fecha a portaSweetenerQuarentona

 

novas pessoas foram surgindo e estamos ainda a conhecer-nos  

sei que faltam aqui outras pessoas e bloggers, a esses peço desculpa pela omissão e agradeço que manifestem o seu descontentamento 

não sei o que o futuro trará à mami, mas até aqui posso dizer que tenho disfrutado ao máximo desta experiência. já aqui ri e chorei convosco. pelos vossos cantinhos já me entristeci, ri, ironizei e inspirei.

um grande obrigada a todos os que por aqui passam e que nos seus espaços me recebem, por partilhar comigo esta maravilhosa aventura!

 

Mais sobre mim

Mensagens

leitura para crianças

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

diz não à violência doméstica

instagram

facebook

pinterest

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

rasurando

logo.jpg