Follow my blog with Bloglovin

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

os (meus) melhores restaurantes de tapas

comer é um dos meus maiores prazeres. adoro sabores diversos, experiências diferentes. prefiro a qualidade à quantidade. um conceito que satisfaz está minha forma de encarar a gastronomia são as tapas, um conceito espanhol que sempre me fascinou e que em portugal tão bem fazemos sob o nome de petiscos.

 

o giz em aveiro é um excelente restaurante de tapas. um restaurante pequeno, com excelente decoração e um ambiente acolhedor. os pratos dividem-se entre o tradicional e novas combinações/propostas. convém fazer reserva.

 

em coimbra a minha preferência divide-se entre o dux (com vários restaurantes na cidade) e o maneirista. ambos com excelentes propostas nas suas ementas e uma boa carta de vinhos são locais de deliciosas perdições.

 

tapas

 

outra referência impossível de ignorar é o tromba rija em leiria. embora o restaurante não seja na sua essência de tapas, estas são deliciosas e variadas. a decoração é tradicional e muito acolhedora. o atendimento     e simpatia são de excelência.

 

em santarem encontra-se o meu restaurante de tapas de eleição: taberna ó balcão. decoração diversa (parece que foram às casas das avós e trouxeram um pouco de tudo, que estranhamente fundem-se numa perfeita harmonização), simpatia no atendimento e comida d.i.v.i.n.a.l.

 

como sabem estou sempre recetiva a novas sugestões 

 

restaurante o bairro

parece que pela cidade de aveiro também podemos encontrar um "o bairro" - localizado no coração da praça do peixe, com uma decoração catita e sabores divinais.

os preços não são muito simpáticos - pagar custa sempre, mas estão perfeitamente alinhados com a qualidade do produto que disponibilizam.

ao chegar fomos brindados com uma taça de espumante da bairrada - é sempre uma ótima forma de sermos acolhidos.

a carta é simples e sem grande espaço a dispersões: 5 opções de entradas, 5 pratos de peixe, 4 pratos de carne e o mesmo n.º de sobremesas, acrescenta ainda um prato vegetariano e um menu infantil.

 

caldeirada

a entrada escolhida: "a caldeirada do nosso bairro"

a reinvenção da tradicional caldeirada da região, com novas texturas mas o mesmo sabor - uma surpresa deliciosa.

 

o mercado mora em frente

"o mercado mora em frente" foi o prato de peixe por mim escolhido, para além do excelente aspeto é de destacar a mistura de texturas e a o cremoso risoto.

 

naco de novilho

 delicioso "naco de novilho" - destacam-se aquelas bolinhas com castanha de excelente textura e sabor!

 

algumas notas:

- no restaurante, segundo o simpático "pescador" que nos atendeu, tudo é confecionado na hora. este aspeto implica uma certa "demora". ir esfomeado para "o bairro" não é boa ideia.

- desde o nascimento da pequenita ir a restaurantes implica sempre um contacto prévio para garantir que somos "bem acolhidos" com o nosso baby trator! este restaurante foi excelente. fizemos reserva e guardaram-nos uma mesa onde o carrinho de bebé ficava bem acomodado, permitindo que a princesa dormisse tranquilamente ao lado dos papás enquanto estes se deliciavam. assim vou introduzir o meu, recém criado, baby friendly (puristas do português desculpem a minha opção em inglês, mas é mais curto e objetivo ;) )

baby friendly

 

morada: largo da praça do peixe 24, 3800-209 aveiro

3 restaurantes que adoro em aveiro

a veneza portuguesa, para além dos deliciosos ovos moles e das tripas doces, é rica em variada gastronomia.

 

as minhas sugestões para comer na cidade:

 

.1. tasca do confrade – na emblemática praça do peixe encontramos este restaurante de comida e decoração tradicional. excelente comida (qualidade e confeção) e um atendimento humilde e simpático (rua dos marnotos, nº34)

 

.2. giz – o meu restaurante de tapas em aveiro! (para quem deseje pratos completos é também uma excelente opção), com uma decoração que aposta nos pormenores. alguns imperdíveis: carpaccio de novilho, revueltos de alheira com espargos verdes, petinguinhas fritas, espetinho de camarão com queijo panado e muito mais (rua engº von haff 34)

 

.3. pizzarte – seguindo a minha paixão por comida italiana impossível não destacar este restaurante. tudo é delicioso e bem confecionado, a minha preferência cai sempre pelos crepes – de frango ou salmão e rúcula! (rua engº von haffe, 27)

 

jkljlkjl.jpg

 

aguardo que partilhem outros locais interessantes para se comer em aveiro

banhos nas salinas com pouca segurança

depois de ter lido o post d' o melhor blog do mundo "fomos a banhos numa salina" lembrei-me que o verão estava a terminar e que este era um espaço que muito tinha ouvido falar e desejava conhecer. assim sendo, lá fui eu!

o spa salínico em aveiro foi fortemente divulgado durante o verão. um espaço nas salinas onde os visitantes podem tomar banho numa "piscina" aproveitando os benefícios para a pele do sal e ... da lama.

chegamos muito bonitinhas às 10h00 só um casal por lá passeava). perguntámos a uma moça, enquanto esta abria uns quiosques onde adquiríamos os bilhetes (tinha lido que o acesso tinha um custo de 2€); prontamente respondeu "têm de esperar que chegue a carrinha" perante a nossa cara tipo cachorro a ver uma situação incompreensível, ela acrescenta "deve estar a chegar".

lá esperámos aproveitando o sol da manhã. lá chegou uma carrinha do cale de oiro que percebi depois ser uma empresa de animação turística da região. lá pagamos os 2€ de entrada, com opção de banho após piscina acrescia mais 1€. perguntei se haveria alguma indicação que nos quisessem dar (aparentemente não) e perguntei em que espaços poderíamos tomar banho, ele referiu que "apenas" na piscina grande...tudo o resto são salinas em "produção"... lá se vai a ideia de espaços mais pequenos mais concentrados com água até aos tornozelos :D pelo que li parece que em dias de maior afluência não conseguiram controlar estes banhistas... ou simplesmente não informaram.

a piscina. um perigo!

 

piscina nas salinas

 

na parte lateral esquerda (vendo a foto) existe 1m de 'chão' da borda da piscina ao seu interior (até ao corrimão) com água pelos joelhos creio que terá aproximadamente 50cm de profundidade. na parte dianteira, a mesma situação só que um pouco mais fundo, quiçá 70cm. até aqui tudo bem. o problema é aquela esquina que se vê sem corrimão e onde, a 1m da "borda" da piscina, encontramos um buraco. ou seja do nada perdemos o pé. é como se sem estar a contar tivéssemos um degrau de 30cm (e acreditem que degrau é a palavra certa pois a estrutura da piscina é rude, tipo cimento). eu que sou cagufa e era impossível ver o chão entrei a medo pelo que detetei a situação. imagino os acidentes que devem ter ocorrido ou podem ocorrer. senhores da cais do oiro têm mesmo de melhorar as condições de segurança dentro da "piscina"!

quanto ao resto, a experiência é diferente. a sensação dos pés na lama é engraçada. efetivamente não senti concentrações de sal que me fizessem sentir a flutuar  (isso senti na cabine de flutuação no hotel lusitano na golegã), mas acredito no valor terapêutico deste tipo de banhos e sim… untei-me de lama salgada.

por 2€ não é mau. se repetiria? quiçá de passagem. se levaria crianças? não! se levaria idosos? não! não existe segurança naquela 'piscina'! não é (apenas) pelo medo de afogamento (que pode acontecer a um pequenote) pois o espaço é pequeno e creio haver sempre alguém para rapidamente intervir, mas pelas lesões que podem ocorrer.

 

diz-se que: com tantas normas de segurança neste país... como deixaram passar tal?!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

instagram

facebook

pinterest

blogs portugal

Follow

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D