Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mami

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

o equilíbrio através do reiki

experimentar novas coisas sempre me atraiu, assim como descobrir novas sensações e despertar diferentes partes de mim!

há uns anos fiz o nível i de reiki, a sintonização. foi uma experiência muito agradável. inicialmente, após o período de 21 dias de autotratamento, fazia intervenção a colegas e a mim mesma, assim como recebia de colegas, numa partilha energética.

comecei a sentir coisas que não sabia explicar, sobretudo quando fazia a outras pessoas. tentei perceber um pouco mais dessas sensações mas a internet e os livros não eram suficientes. na altura fiz o curso em lisboa e vivia em aveiro, logo também não me sentia à vontade para pedir orientação da mestre.

comecei a afastar-me da prática, por não me sentir capaz de interpretar o que sentia e o que não sentia (das situações que mais me incomodou foi uma pessoa que não emitia, nem absorvia absolutamente nada, nenhuma passagem energética ocorreu durante a sessão, a pessoa parecia um bunker!).

houveram situações em que pelo contexto em que me encontrava apetecia-me fazer meditação e reiki, e fazia, mas a energia parecia não fluir; suponho que a ausência da prática traga destas coisas.

recentemente senti a necessidade de voltar ao reiki. estava desequilibrada energeticamente e precisava de encontrar um “tempo” em que a minha mente parasse. não imaginei que seria fácil recomeçar…mas a verdade é que na segunda sessão já senti a energia, na terceira já a sentia fluir e a partir daí tem sido um crescente de boas sensações, equilíbrio e bem-estar.

o que mais me cativa nesta situação é como o nosso corpo sabe pedir-nos exatamente aquilo de que necessita! já me aconteceu anteriormente na alimentação, sentir uma forte necessidade de comer determinado tipo de alimento (não me refiro a doces ou batatas fritas ;) ). ouvir o nosso corpo é fundamental para encontrarmos o nosso ponto de equilíbrio. não desvalorizemos o que sentimos, tentamos perceber o porque e satisfazer essa necessidade.

hand-534867_960_720.jpg

imagem retirada daqui

 

39 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

leitura para crianças

com um xi-coração podes ajudar!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

diz não à violência doméstica

instagram

facebook

pinterest

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

rasurando

logo.jpg