Follow my blog with Bloglovin

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

a ironia da páscoa no dia das mentiras

sempre andei à turra e à murra com a igreja católica.

sou católica por educação - já só me faltam dois sacramentos! -, mas desde a adolescência, quando comecei a pensar por mim, que não me identifico com as doutrinas da igreja.

a exclusão das pessoas em vez da sua inclusão, a descriminação, a promoção da culpa, a condenação dos pecados …a hipocrisia dos pecadores no coração da igreja…

tenho alguma esperança de que o chiquinho mude alguma coisa, mas um monopólio tão poderoso como o é o da igreja católica mais rapidamente derruba o homem, a qualquer custo, do que deixa derrubar os seus fundamentos mais tradicionalistas.

sendo que o dia de ressurreição de cristo, domingo de páscoa, se comemora, este ano, no dia das mentiras, estaremos perante um eclipse da fé? perante a constatação de que este “facto”, relatado milenarmente, não passa de uma mentira? ou simplesmente perante a impossibilidade de mentir num dia santo?

há pouco tempo a minha mãe comentou que achava que eu deveria batizar a minha filha. perguntei-lhe por que? ela disse apenas: porque seria bom para ela caso lhe aconteça alguma coisa. só fui capaz de lhe responder, de coração, que se lhe acontecer alguma coisa e se deus for bom, não preciso de me preocupar com isso. se o nosso argumento for a vontade de deus e não a acusação da sua ausência em diversas situações que ocorrem no mundo, deixamos a outra parte sem grande argumento.

eu acredito que há um deus, que existem energias, boas e más, que não existe um espaço e tempo estanques e que somos mais do que o corpo que habitamos. não há um céu prometido. há o dever de fazer o bem e de honrarmos a vida que temos. um compromisso com a evolução do nosso ser. o que acontece nos entretantos? não sei. se esta é a realidade? não sei. mas é nisto que vou acreditando.

claro que esta minha crença não dá, à minha filha, o direito a uma grande festa com fatiota e rituais; nem pessoas responsabilizadas por cuidar dela no caso da morte dos seus pais; não lhe dá presentes todas as páscoas, nem direito à personagem da madrinha e/ou padrinho na sua vida. mas acredito que lhe traga a possibilidade de uma compreensão mais ampla da fé, da aceitação do outro e da responsabilidade sem culpa.

respeito as escolhas de todos, mesmo aquelas que não entendo. no entanto, não consigo deixar de refletir sobre o que me mete confusão.

pácoa

imagem retirada daqui

muffins de aveia, maça e banana - sem lactose

farta de olhar para os rótulos para verificar se os produtos, sobretudo os doces, continham ou não leite, decidi que seria mais fácil ser eu a preparar os meus próprios miminhos.

desde então rendi-me aos muffins. são fáceis de fazer e versáteis. ando fascinada à procura e a inventar novas receitas. não pensem que partilho aqui todas as que faço… pois já tive algumas que me correram menos bem, mas é assim que se aprende, certo?!

hoje trago uma receita deliciosa, não podia deixar de o ser, de muffins de aveia, banana e maça.

é fantástico como um docinho pode juntar tantas coisas saudáveis. lembrem-se que a quantidade de açúcar pode ser controlada por vocês consoante o vosso paladar. o açúcar que indico nas receitas é para um produto doce mas no qual se consegue sentir o sabor dos restantes ingredientes.

 

receita

muffins de aveia, maça e banana

- sem lactose -

(12 unidades)

muffins de aveia, banana e maça

 

preparação:

1 – coloca os flocos de aveia numa misturadora para os “moer” ligeiramente (não se pretende que fiquem em farinha, apenas “picados”);

2 – numa taça mistura a aveia, a farinha, o fermento, a canela, o sal e a noz moscada. reserva.

3 – noutra taça bate os ovos e mistura o óleo e o açúcar até ficar tudo bem envolvido. acrescenta, mexendo sempre, o leite.

4 - junta a mistura dos ovos à mistura da aveia, envolvendo bem. quando tiveres uma massa homogénea acrescenta a banana e a maça, mexe para envolver mas sem desfazer a fruta.

5 - distribui a massa pelas formas e cozinha no forno  – pré-aquecido - a 200ºc,  durante aproximadamente 20m (o tempo depende do forno e do tamanho dos muffins).

 

podem consultar aqui a receita original.

 

mais receitas de muffins:

muffins de espinafres

muffins de manteiga de amendoim

muffins de maça, cenoura e curgete

muffins de banana e cacau

muffins de aveia e pera

 

 

 

enlouquece esses neurónios - parte 3

olá, olá!

hoje trago a terceira e última parte do teste de inteligência... vamos lá ver se são tão espert@s quanto acreditam 

antes de avançar para os novos desafios, ficam aqui as soluções da segunda parte do teste (é só carregar na setinha para ver a solução e respetiva explicação, uma a uma).

 

 

agora sim, a última parte do teste. são mais 15 questões de raciocínio lógico. após duas semanas de treino e de compreensão da lógica dos exercícios, isto hoje vai ser canja 

 

 

e como parece que só posso por 14 imagens em galeria...fica aqui a última questão do teste:

teste de inteligência

 

as soluções dos exercícios desta semana serão publicados no próximo domingo.

 

beijos nesses neurónios 

 

nota: todos os exercícios forão retirados do livro “1000 testes e jogos de inteligência”

 

 

carneirinhos…somos todos carneirinhos!

o facebook é uma plataforma de interação muito simpática. pela manhã diz-me:  “bom dia mami”; em dias de chuva aconselha-me a levar o guarda-chuva; diz aos meus amigos para me enviarem boas energias no dia do meu aniversário; quando faço uma pesquisa online recorda-me, constantemente, as várias ofertas sobre as mesmas; quando engravidei o meu mural encheu-se de post relacionados com a gravidez e a primeira infância. o facebook se fosse uma pessoas era um fofinho.

como se isto não fosse suficiente para nos sentirmos acarinhados, no nosso mural vamos  descobrindo que os nossos defeitos e desvarios são afinal atributos positivos. tudo, obviamente, baseado em estudos recentes!

estes são alguns exemplos que ilustram esta minha visão:

- “beber vinho antes de dormir emagrece” – top, top, top… quiçá se beber também ao acordar intensifico o efeito!

- “chocolate preto e vinho tinto, o segredo para a juventude eterna” – tenho de ter cuidado ou volto a usar fraldas … esperem… o mais provável é que as use de qualquer maneira.

- “pessoas com mau feitio vivem mais tempo” – vou ser eterna! juntando isto ao chocolate e ao vinho tinto, quiçá é melhor pensar em criar uma conta poupança reforma e esquecer o seguro de vida.

- “o irmão mais velho é o mais inteligente” – coitados dos meus irmãos!

- “pessoas depois dos 40 só deveriam trabalhar 3 dias por semana” – há dúvidas?! quando lá chegar ( e não falta muito) espero que esta teoria já tenha aplicação prática!

- “a inteligência das crianças vem da mãe” – tão afortunada a minha filhota!

- “pessoas desorganizadas são mais inteligentes” – eu sou tão, tão inteligente que nem sei porque ainda não ganhei um nobel…ou melhor, porque não tenho instituído um prémio em meu nome.

 

que seria de mim sem os estudos científicos apresentados no facebook?!

ãh? ãh?

e se caírem na tentação, com o eu já o fiz, de abrir o estudo para compreender a afirmação, vão perceber que são artigos da treta, que pelos títulos que nos afagam o ego, lá vamos nós clicar e criar visualizações ao site!

carneirinhos…somos todos carneirinhos!

somos carneirinhos no facebook

imagem retirada daqui

muffins de aveia e pera - sem lactose

mais uma quinta-feira, mais um muffin 

aproveito para deixar uma observação: tenho optado pelo nome em inglês, em vez do nome em português, pois "queque" tem na minha memória contornos negativos 

 

receita

muffins aveia e pera

sem lactose

(12 unidades)

muffins de aveia e pera

 

preparação:

1 – coloca os flocos de aveia numa misturadora e transforma em farinha.

2 - rega as peras com o sumo do limão.

3 – numa taça mistura os ovos, o açúcar, o óleo e o aroma de baunilha. reserva.

4 – noutra taça, mistura a “farinha” de aveia, o fermento em pó, a canela, o bicarbonato de sódio e o sal. adiciona esta mistura à taça dos ovos. mexe envolvendo bem.

5 -  junta as peras e as nozes ao preparado anterior. mexe bem até obter uma massa espessa e uniforme.

6 - distribui a massa pelas formas e cozinha no forno  – pré-aquecido - a 200ºc,  durante aproximadamente 15m (o tempo depende do forno e do tamanho dos muffins).

 

 

até agora estes são os meus preferidos!

pedido à população

odeio quando há erros nas entregas.

fiz uma encomenda há 3 meses e, para além de fazer-se demorar, não chega no dia previsto.

este tipo de situações não devem acontecer. se se querem clientes satisfeitos tem de se satisfazer as suas necessidades!

por favor, se virem por aí uma encomenda com um brilho especial, belas cores e um chilrear de passarinhos, façam favor de mandar entregar na minha morada. o emissor será o sr. são pedro e a destinatária: uma mãe desesperada por apanhar sol antes que vire vampira (sinto já os meus caninos a afinar).

 

grata pela vossa atenção e colaboração,

atentamente,

mami

pedido à população

 

carta a um pai ausente

sei que os tempos eram outros.

sei que não tínhamos muito dinheiro.

sei que querias dar-nos o melhor.

hoje olho para trás e questiono:  terá valido a pena?

é verdade que conseguiste que os teus filhos estudassem - os primeiros na família a terem um curso superior.

é verdade que tens filhos trabalhadores e íntegros.

é verdade que tens três filhos que te amam e admiram.

mas… terá valido a pena?

quando era pequena apenas te via nas tardes de domingos, sais para trabalhar e regressavas e eu a dormir. gostava que estivesses estado mais presente, gostava de te ver ao acordar e de ter um beijo de boa noite.

é incrível como uma pessoa tão ausente tinha tanto peso nas minhas ações, na minha educação. nunca me assentaste uma palmada, mas assim que levantavas o tom de vós as lágrimas surgiam. lembro-me que quando a mãe me ameaçava com “contar ao pai” eu ficava logo em sentido, e ao contrário do que a mãe pudesse pensar, não era por ter medo de ti, era por receio de te desiludir.

cada momento contigo valia ouro. como nunca te tinha, quando te tinha sentia-me a dona do mundo.

todas as minhas decisões, todo o desenho do meu percurso foi no sentido de ir ao encontro das tuas espectativas … era o mínimo que eu podia fazer para agradecer todo o teu esforço.

todos aqueles anos de trabalho extremo, fazem-se sentir agora no teu corpo. és jovem, mas o teu corpo foi muito maltratado. agora tens tempo para aproveitar a família, para brincar com os teus netos …mas as dores assombram-te.

questiono: terá valido a pena?

hoje, enquanto escrevo este texto e as lágrimas escorrem-me pelo rosto, sei que não poderia ter sido doutro modo. sinto-me mimada e ingrata ao cobrar-te a tua presença.

depois de tudo o que fizeste para me dar “tudo”, depois de tudo o que abdicaste, não tenho o direito de te questionar; fizeste o que consideraste melhor e fizeste-o tão bem que mesmo na tua ausência foste o princípio estruturante da minha personalidade. devo-te tanto, devo-te tudo.

respondo agora: sim, valeu a pena.

sei que olhas para nós e o teu coração enche-se de orgulho.

obrigada pai pela tua presença mesmo na tua ausência.

carta a um pai ausente

imagem retirada daqui

toca a acordar esses neurónios - parte 2

antes de mais devo um gigante pedido de desculpas pois no primeiro post referi que lançaria este post aos domingos e há dois domingos que estou em falha :(

a minha sorte é que nesta fase tenho um belo e fofo bode expiatório 

 

estas são as soluções da primeira parte do teste de inteligência (segue com a setinha para obter todas as respostas):

 

 

 

agora com energia renovada e após a compreensão de alguns raciocínios lógicos, fica aqui a segunda parte do teste (mais 13 exercícios):

 

 

 

na próxima semana, sem desculpas, trarei a terceira e última parte do teste; bem como, as soluções dos exercícios desta semana 

 

nota: todos os exercícios são retirados do livro “1000 testes e jogos de inteligência”

qual o valor da tua vida?

mais uma questão do livro das perguntas* 

 

"você envolve-se romanticamente com alguém, mas passados seis meses conclui que precisa de terminar a relação. tendo a certeza de que a pessoa se iria suicidar se a deixasse, e tendo também a certeza de que nunca seria feliz com ela, o que faria?"

 

a mami responde:

esta parece, à partida, uma questão exagerada, mas a verdade é que já tod@s (penso eu de que) ouvimos histórias de pessoas que ameaçaram por termo à vida se @ outr@ @ deixasse - e embora se pense, viva o preconceito, que estas situações são “coisas de gaja”, tenho a dizer que nas duas situações que conheço partiu de gajos.

escolho as perguntas do livro que me obrigam a pensar. esta despertou a minha reflexão. não tem uma resposta inconsequente. e faz-nos pesar vários aspetos.

em primeiro lugar temos de perceber se a pessoa que pretendemos despachar seria ou não capaz desse ato. na dúvida, dar a lei da vantagem e acreditar que sim.

depois devemos refletir sobre a nossa capacidade de lidar com um possível sentimento de culpa, que pode surgir se o desgraçado bater a bota. eu, por exemplo, tenho muitos problemas a lidar com a culpa (a real e a imaginada – raios para a educação católica da culpa e do castigo que me foi incutida!).

numa situação paralela ponderar a vida que teremos ao lado de alguém com quem ficamos apenas por medo das consequências de tomar a decisão que desejamos. conhecendo-me, tornaria a minha vida e a do desgraçado uma tortura.

dada esta breve análise da situação, o desgraçado acabaria por suicidar-se de qualquer maneira. por isso, se desvaloriza tanto a sua vida, não vale a pena estarmos a empatar-nos uma ao outro!

puppets-575833_1280.png

imagem retirada daqui

 

*stock, gregory (2006). o livro das perguntas (#178). edições estrela polar.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

instagram

facebook

pinterest

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

segues-me?

Follow

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D