Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

viver | amar | sentir | pensar | lutar | conquistar | desafiar | refletir | descobrir | experimentar | partilhar | aprender | acreditar | sonhar * ser mãe sem me perder de mim *

8 chás para combater a retenção de líquidos

há muito que sei que para combater a retenção de líquidos temos de consumir entre 1.5 lt de água/dia, diminuir o consumo de sal (usando, por exemplo, ervas aromáticas para temperar as refeições) e praticar alguma atividade física (que podem ser simples caminhadas, o objetivo é movimentar o corpo). mas o meu problema persiste: bebo água e incho – o liquido apega-se ao meu corpo apaixonadamente não querendo larga-lo! 

pensei que este verão, já que tinha deixado de tomar contracetivos hormonais as coisas seriam melhores, mas não. veio o calor e a situação agravou-se, as minhas pernas incham, os meus pés duplicam. uma das decisões que tomei quando decidi engravidar, por causa deste problema da retenção de líquidos, é que teria de ter um final de gravides no inverno/primavera, é impensável para mim estar gravidíssima no verão!

já que a água por si só não me ajuda na libertação dos líquidos estive a pesquisar chás. por uma questão de custos optei por investigar e comprar os chás em vez de comprar “receitas” já prontas ou drenantes preparados (pelo menos nesta primeira investida )

 

estes são os 8 chás top para a retenção de líquidos:tea-party-1001654_1280.jpg

.chá de cavalinha (desaconselhado durante a gravidez) 

.chá verde

.barba de milho

.dente de leão  

.urtiga

.erva-doce/funcho (desaconselhada na gravidez quando se fizer suplemento de ferro)

.casca de maça

.hibisco

 

vou nesta primeira fase experimentar o chá verde (porque conheço e gosto), cavalinha (porque parece ser dos mais eficazes e aproveitando que ainda não estou grávida) e o hibisco (é termogénico).

o chá verde tenho em saquetas, o cavalinha e o hibisco tenho em folha. pelo que lí no caso destes chás em folha a proporção são duas colheres de sopa para um litro de água a ferver (deixando repousar 5m).

 

objetivo 1lt de chá dia + 1lt de água.

 

diz-se que: não custa e até sabe bem ao final do dia por as perninhas ao alto 

 

verão, a estação ideal para fazer bebés!

diz um estudo!

ontem, no dia mais longo do ano, chegou o verão - dizem que foi às 23h34m. para além da precisão na chegada da nova estação, agrada-me que as condições meteorológicas efetivamente façam jus à mesma. quentinho tão bom e há tanto desejado. não me recordo de estar a meados de junho sem ainda ter posto o pezinho no mar e vamos assumir, neste contexto, sabe mesmo bem "atirar a toalha ao chão" :)

numa aura de boa disposição sob o brilhar do sol, deparo-me com um artigo da visão intitulado "os próximos meses são os ideias para fazer bebés, diz a ciência". ora bem, mais um motivo para sorrir. heart-583895_1280.jpg

admiro-me, ainda, quando coisas óbvias me despertam a atenção. quando acabei de ler o artigo só pensei: óbvio! no entanto é agora um 'óbvio' cientificamente provado!

tod@s sabemos que no verão estamos mais predispostos 'ao amor' :D 

os dias mais longos, o calor, as férias, a flexibilidade de horários, os corpos "mais" despidos, os finais da tarde na esplanada, as hormonas saltitantes...todos os ingredientes para assegurar bons treinos concecionais!

o que o estudo vem agora revelar é que efetivamente o "semém está mais ativo" (questiono se não será pelo próprio "sexo" estar mais ativo - ou seja, mais = melhor). seja como for, temos mais uma desculpa (como se dela necessitássemos) para intensificar os treinos nos meses de julho e agosto! (quem resiste ao sabor a mar na pele, a um pôr-do-sol, ou à energia que nos despertam as festas de verão?! ;) )

 

alimentação na gravidez – laticínios

cow-151018_1280.gif

sabemos que o cálcio é um mineral essencial à grávida e ao desenvolvimento do bebé (dentes e ossos). os lacticínios são uma excelente fonte deste mineral, devemos integrar na nossa alimentação leite e derivados - 3 porções diárias (leite, iogurte e/ou queijo).

o bebé necessita de cálcio para a sua formação, se a mãe não o fornecer através da alimentação, o bebé irá busca-lo às reservas da mãe (sendo prejudicial para ambos, pois debilita a mãe e o bebé não absorve as quantidades necessárias).

“suguei” o cálcio da minha mãe que hoje tem imensos problemas (de dentição e osteoporose); eu tive sempre uma frágil dentição (verificada sobretudo nos dentes de leite e nos morales) pela pouca quantidade de cálcio captada na gestação.

 

sou uma cheese lover, adoro leite frio nos cereais (integrais claro ;) ) e os iogurtes são versáteis e um ótimo e saudável companheiro quando a fome aperta (o iogurte possui bactérias saudáveis que evitam o desenvolvimento de microorganismos nocivos; são excelentes para o controlo da flora intestinal contribuindo para o seu bom funcionamento).

opto sempre pelas versões magras (exceto no queijo que adoro todos e é impossível resistir aos mais gordos)

como o munda não é perfeito, na gravidez devemos evitar: queijo, leite ou iogurte não pasteurizados, incluindo queijos de pasta mole (brie, camembert, queijos azuis).

de modo a potenciar a absorção do cálcio dos alimentos é conveniente que alimentos ricos em cálcio não sejam consumidos conjuntamente com alimentos ricos em ferro.

 

diz-se que: os lacticínios (preferencialmente orgânicos) podem beneficiar a ovulação e aumentar as probabilidades de gravidez

alimentação na gravidez – cereais

o top dos cereais graças ao seu elevado valor nutricional é a aveia. e fico feliz pois adoro!

ajuda a fortalecer o sistema imunológico e a controlar o peso (graças às sua fibras solúveis que proporcionam maior saciedade e ajudam a manter ativo o intestino). rica em minerais: zinco, potássio, sódio, cálcio, selênio, fósforo, magnésio, manganésio e o ferro, essenciais à boa formação do bebê.

são aconselhadas 30 gramas ao dia - floco, farelo (o mais nutritivo) ou farinha (o menos nutritivo).

 

relativamente a toda a variedade de cereais o conselho é a opção pelos cereais integrais pelo seu valor nutricional e controlo de glicémia.

ficam aqui uma receita ssd: simples, saudável e deliciosa 

 

alimentação na gravidez – leguminosas

grão de bico e feijão

as leguminosas que se destacam pelo seu valor nutricional são o grão de bico e o feijão (quer antes, quer durante a gravidez).

 

grão de bico – rico em ácido fólico é uma fonte importante de minerais (cálcio, magnésio, fósforo, zinco, ferro e potássio), vitaminas (destacando as do complexo b) e fibras. para além de fortalecerem o sistema imunitário da grávida, contribuem para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebé.

 

feijão - contém antioxidantes, proteínas, carboidratos e é fonte de zinco, ferro, cálcio, magnésio, vitaminas (principalmente do complexo b) e fibras (incluindo as solúveis que proporcionam uma maior sensação de saciedade). é um alimento nutricionalmente completo.

ervilhas e lentilhas são também boas apostas.

legumes-665788_1280.jpg

 

diz-se que: o zinco ao contribuir para a digestão das proteínas e reforçar o sistema imunitário, contribui para um corpo mais ativo e fértil :)

Mais sobre mim

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

leitura para crianças

facebook

pinterest

diz não à violência doméstica

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

rasurando

logo.jpg