Follow my blog with Bloglovin

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mami

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

to be or not to be

Sem título-1-01.jpg

  1. mais uma passagem de ano, mais uma quantas resoluções.

entre as do costume:  fazer mais exercício, começar uma dieta, ter mais tempo para os amigos, inscrever-me num curso … surgiu uma nova: a possibilidade de uma criatura.

há muito que me questiono se a maternidade faz parte do meu caminho. se tenho vontade de abdicar de um conjunto de privilégios que as pessoas sem criaturas gozam. se terei “jeito” para educar a criatura. se terei estofo para a desilusão se ela não for boa pessoa. se tenho maturidade para lidar com os meus medos e inseguranças. se a minha relação, ainda jovem, tem estrutura suficiente para a parentalidade.

sei do crescente número de gravidezes tardias. a minha preocupação não se prende com o agora (no amanhã ou depois), mas com o de aqui a uns anos, quando a criatura tiver 10 anos e eu 50 (idade, vamos assumir, para ser uma avó estilosa). ela 20 e eu 60… ela a entrar para a faculdade e eu para a reforma! tera ela possibilidade de desfrutar dos seus avôs? terei eu possibilidade de desfrutar de meus “hipotéticos” netos?

há muito tempo que penso noutro “se” … se não avançar irei, na análise que todos iremos fazer à nossa vida, ter esse arrependimento?

um dos grandes problemas de ter adiado a maternidade é ter tido muito tempo para pensar em todos os cenários possíveis e … criatividade para criar uns quantos alternativos.

toda esta perspetiva é um processo individual. o meu master cheff é de cabeça muito mais livre. perante o turbilhão da minha mente ele pacificamente diz: “ eu quero ser pai, se tu também quiseres, vamos ver o que acontece”. simplex.

Mas a questão mantém-se: eu quero?

  

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

instagram

facebook

pinterest

blogs portugal

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D