Follow my blog with Bloglovin

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

3 bancos de imagens gratuitas - os melhores!

Bancos de imagens gratuitas.png

o sentido predominante na forma como lido com o mundo é o da visão. crio imagens visuais na minha cabeça quando alguém me está a relatar determinada coisa, é instantâneo e por vezes pouco agradável!

são os impulsos visuais que cativam a minha atenção em primeiro lugar.

há alguns anos decidi valorizar este sentido e desenvolver esta paixão.

a fotografia e o desenho gráfico foram as áreas em que mais apostei. investiguei, fiz alguns cursos de curta duração, treinei muito. a internet traz-nos esta capacidade de descobrir e desenvolver paixões - ser autodidata.

comecei por perceber os princípios da fotografia e a pô-los em prática (de modo simples e amador), pela vontade de ter novas perspetivas sobre determinada realidade a captar, mais do que assegurar diferentes componentes técnicas.

com o desenho gráfico segui um caminho mais técnico e fiz/faço inclusive alguns trabalhos como freelancer. a combinação de vários fatores, desde os técnicos aos emocionais, é uma dinâmica que me desafia.

para estes trabalhos, para trabalhos de qualquer área profissional, para o blog e para todas as situações em que sejam necessárias imagens, partilho com vocês os 3 melhores bancos de imagens gratuitos com os quais já trabalhei -pois embora dê prioridade a trabalhos originais nem sempre conseguimos ter fotos nossas para assinar visualmente as nossas palavras.

.pixabay – é o que uso a mais tempo. tem a vantagem que aceita pesquisa em português.

.visual hunt – tem uma grande diversidade de fotografias com filtros.

.pexels – muito parecido com o pixabay mas a pesquisa tem de ser em inglês.

 

qualquer um destes bancos de imagens permite e agradece que também partilhes os teus contributos fotográficos ou vectoriais de modo a ajudar a comunidade a crescer e de algum modo a fazer uma troca justa de contributos. mas se a tua cena não é a criação de imagem (fotografia ou desenho) não te preocupes, não a obrigatoriedade de partilha de material.

embora a utilização da imagem seja gratuita eu, por princípio, identifico sempre a fonte da mesma.

 

conhecem/usam outros bancos de imagens?

dica facebook

depois do maravilhoso dolce far niente de ontem, hoje acordei cheia de energia e com a cabeça a fervilhar!

tenho de me mentalizar que um reset de vez em quando é mais benéfico do que o massacre da responsabilidade!

bom, andava nas minhas pesquisas e esbarrei como uma informação que me deslumbrou 

sou utilizadora esclarecida e defensora do facebook (até como tecnologia educativa); conheço as suas desvantagem mas acredito que as suas vantagens ultrapassam as mesmas e que, como em tudo, a questão perniciosa não está na tecnologia, mas sim na utilização que lhe é dada.

cada descoberta de possibilidades no facebook é para mim uma manhã de natal. hoje foi uma dessas manhãs. 

quantas vezes não encontras no facebook um post interessante que gostavas de ler, mas não tens tempo para o fazer no momento?

acontece-me inúmeras vezes, pensando sempre que será impraticável voltar a encontrar o post no meio do manancial de informação usual nesta rede social.

descobri agora (devo ter andado distraída pois parece que esta funcionalidade existe pelo menos há um ano!) que há uma forma de guardar os post no facebook (para leitura posterior)! é só fazer o que vemos na imagem:

 

dicas facebook

depois só tens de ir aqui e ver os teus post guardados!

 

dona de casa desesperada

nunca fui uma pessoa que se divertisse com a limpeza e organização do lar, certamente esse extra não veio com as minhas definições de origem e, com o passar tempo, nunca fui quitada com tal elemento. assim, utilizo a lei do menor esforço em tudo o que concerne à conservação e manutenção da higienização da habitação.

há no entanto certos fatores que me agoniam a alma, nomeadamente o bolor nos espaços entre azulejos no chuveiro. por mais que esfregue, aquela massa nojenta de fungos, apenas se esbate.

sou consciente de que o que para mim é um exercício infindável de esfreganço, para qualquer boa dona de casa é o momento introdutório do ritual de limpeza.

não posso deixar de recordar a técnica de uma das pessoas mais conscienciosas e rigorosa que já conheci no campo da limpeza: no final de tomares banho, deves esfregar os azulejos e a cabine do duche de modo a que tudo fique limpo – perante a minha questão: mas vou sujar-me depois de tomar banho? não faz sentido! ela apenas respondeu: sujar? mas onde tomas tu banho? juro que imagino a cara de nojo e de desprezo desta deusa da limpeza se visse o bolor no espaço entre os azulejos do meu duche!

bem, era tal o meu desespero que ponderei chamar alguém da área da limpeza para intervir (uma daquelas senhoras que por 5€ a hora esfrega incessantemente ate tirar o brilho de azulejos, fogões e outro qualquer lugar ou por vezes riscar e estragar... ops muita intensidade! estava apenas a arrastar a situação em função do orçamento.

é aqui que o milagre aconteceu! um génio concedeu-me o desejo da libertação! disse-me apenas: borrifas-me entre eles, dás-me 10minutos e verás! e vi! e senti um misto entre a incredulidade e a plena gratidão. todo o bolor desapareceu, os espaços entre os azulejos estavam de um branco perfeito … sem eu ter feito o menor esforço! senti um pleno prazer, a libertação de toda a tensão acumulada. sorri, saltei, gritei!

 

o génio chama-se uhu !

 

diz-se que: há magia no ar 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

instagram

facebook

pinterest

blogs portugal

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D