Follow my blog with Bloglovin

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mami

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

s. miguel - açores - mais dicas de viagem

 dando continuidade à partilha de dicas para quem pretende visitar a ilha de s.miguel nos açores.

organizei a viagem falando com amigos que já tinham visitado a ilha e lendo sites e blogues, nos quais encontrei diversa informação de interesse compatível entre si.

um ponto de destaque comum: “o tempo”. temperaturas amenas mas chuva e nebulosidade sempre à espreita. acrescentei o impermeável à bagagem e como pretendia "explorar" alguns locais de mais difícil acesso as botas de caminhada fizeram também parte do kit.

s.miguel é um sítio lindo a visitar, em cada curva (e são muitas) se encontram paisagens de cortar a respiração. uma das melhores achegas para a minha viagem foi o site spotazores onde podemos consultar o "tempo em tempo real” em toda a ilha, graças à transmissão de imagem por webcams. este recurso foi determinante na nossa visita à lagoa do fogo permitindo ver a lagoa em todo o seu esplendor.

lagoa do fogo

 um excelente lugar para descansar e apreciar um momento de plena paz é o salto do cabrito (perto da ribeira grande) - a descida tem de ser feita a pé, mas não é difícil e vale a pena (levem uma boa garrafa de vinho e simplesmente apreciem!)

a caldeira velha é um parque (entrada paga) com muita vegetação e piscinas naturais de água quente (também perto da ribeira grande), de beleza singular é uma experiência a considerar. no mesmo roteiro a visitar a lagoa do congro.

nas furnas há vários locais a visitar: as caldeiras (gratuito), a lagoa (onde está a zona onde de fazem os cozidos, entrada/estacionamento pago), o parque terra nostra – onde se encontra a grande piscina de água férrea (6€), poça da dona bêja (3€ dá acesso a todo o dia). inevitavelmente experimentei o cozido das furnas, não sendo o meu preferido (mil vezes o da minha mãezinha) confesso ser uma daquelas experiência obrigatória (optamos pelo restaurante miroma – fizemos reserva do cozido na própria manhã).

lagoa das furnas

nordeste da ilha merece a visita pela beleza das paisagens. ao realizar a visita em carro próprio (em vez de autocarro) temos uma visão mais ampla da ilha, muitas vezes ao perdermos-nos (que aconteceu algumas vezes) encontramos locais de rara beleza. os miradouros, constantes ao redor da ilha, mostram-nos sublimes vistas e intensos contrastes (em muitos deles encontramos condições para a realização de churrascos e/ou piq-nics).

vista do miradouro de Santa Bárbara

 

em vila franca do campo o ilhéu é um ícon e é fácil constatar as razões. não contava visitar o ilhéu, pois das pesquisas que fiz no outono já não se teria acesso, afortunadamente a informação estava incorreta. pelo que consegui apurar até meados de outubro asseguram o transporte ao ilhéu (com início às 10h, embora dependente de um n.º mínimo de passageiros). há transporte nos dois sentidos de hora a hora até ao final da tarde.

ilheu

a visita a à lagoa das empadadas e à lagoa do canário não foi agraciada com tanto sucesso dadas as condições meteorológicas.mosteiros é uma zona muito bonita, destacam-se as praias e as piscinas naturais; a ponta da ferraria é outro local a visitar graças a sua piscina natural onde contrasta a agua quente que brota do solo com a água fria da maré.nos nosso 3 últimos dias nos açores a chuva foi constante, fomos aiando a nossa visita à lagoa das sete cidades para tentar “ver” a sua beleza. a chuva não parou totalmente , mas algumas abertas facilitaram a nossa missão.

outros locais a visitar e saborear: a cidade de ponta delgada, os campos de chá (optei pela gorreana, mas há outros de igual beleza), visita aos licores capote, visita às estufas de ananases (perto de ponta delgada).

 

diz-se que: se precisarem de alguma inofrmação mais específica não duvidem em perguntar 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

instagram

facebook

pinterest

blogs portugal

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D