Follow my blog with Bloglovin

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

por vezes é bom estar errado

amizade

 

tenho andado por aqui com dilemas internos, que na verdade de dilemas têm pouco, pois nada tenho a fazer.

é mais uma questão de preocupação e agora desabafo.

sabem quando percebemos que há alguém que está a ir pelo caminho errado, não porque sejamos os donos da verdade ou mestres em futurologia, mas porque tudo isso indica? aliás sabemos que se a pessoa alvo da nossa preocupação, não estivesse envolvida, teria exatamente a mesma visão.

então que fazer? pois, nada.

não tem a ver com cobardia. nunca me abstive de dar a minha opinião (os que me rodeiam bem o sabem, coitados). mas uma coisa é alertar para o evidente, outra coisa é insistir e imiscuir.

feita a primeira parte, responsabilidade para com quem amamos, agora só me resta apoiar e acompanhar. esperando que a queda não seja (muito) grande ou aspirar a que, mesmo que tudo diga o contrário, eu esteja errada.

por vezes é bom estar errado.

por outras, temos de respeitar o direito de quem amamos a errar

 

 

 

 

em jeito de reflexão

quase no final do mês de janeiro…ando à batatada com as minhas resoluções para este ano. ainda não sei com o que me (com)prometer... que fazer quando não se sabe o que fazer, o que se deseja, o que se pretende :/

não é por ter tudo. não é por estar infeliz. é por estar perdida. 

não é drama. não é marasmo. é inquietação.

há sempre lugar (com destaque e importância) para o amor, saúde, felicidade, nossa e dos nossos, paz no mundo e o bem estar da humanidade. mas se refinar a pesquisa no que se refere ao meu intimo fico sem conseguir saber o que desejo para mim, para a minha vida.

anseio por mudança, mas em que direção?! o desejo implica sempre a ação; não há o mágico da lâmpada para nos conceder a concretização dos três desejos. somos nós que os definimos para depois os concretizar. desejar implica uma grande responsabilidade de nós para nós, neste caso de mim para mim.

definir determinado caminho, determinadas escolhas, implica que algo ficará para trás ou não será explorado... implica assumir que por mais que seja o nosso desejo infinito de viver, fazer, experimentar, a nossa vida é finita, e fazer escolhas impõem-se. não pelos outros, por mim.

como conversava no outro dia, mais do que saber o que queremos temos de ter certeza do que não queremos. mas estranhamente essa consciência nem sempre é fácil quando se tem uma vida razoavelmente boa mas asfixiada pela vontade de mudar.

vou ali e já venho…ver se respiro um pouquinho!

fechando 2016

passado o advento, celebrado o natal, chegou a hora de me focar em 2017.

esperem, talvez ainda não.

não antes de fazer o balanço de 2016.

não se pode dizer que tive um bom ano.

seria injusto para com muitos dizer que tive um mau ano.

mas honestamente ainda bem que acabou.

este ano nada me trouxe que mereça ser arquivado na minha caixinha de recortes!

o trabalho intensificou as frustrações, trabalho numa equipa com imensas potencialidades e zero aproveitamento

academicamente ...fiz "zero" na minha tese de mestrado!

familiarmente a frustração de uma gravidez não conseguida.

romanticamente uma relação que se foi ressentindo de todas as minhas frustrações.

 

o bom,

os pais maravilhosos sempre presentes

irmãos fofos e sobrinhos que me derretem

um mais que tudo resiliente (teimosamente resistimos aos maus ventos recentemente sentidos  obrigada a todos os que estiveram presentes)

amigos verdadeiros (poucos como sempre, mas que não derrubam nem desiludem)

viagens que me despertam e preenchem (dubai, berlin, paris, s.tomé)

o blog...uma nova aventura que muito me enriqueceu, quer pelo autoconhecimento, quer pela partilha

 

e ao lembrar o bom, só posso estar agradecida!

2016 não foi tão bom como eu desejava, mas não posso ser ingrata.

não foi o que esperava, nem sempre foi fácil, mas afinal, não foi assim tão mau.

concluo com uma frase usualmente utilizada pela minha mãe "queixas-te de barriga cheia"

garfield.jpg

 

calendário do advento #22

hoje é dia de eu vos dar alguma coisa (a minha prendinha do advento  ).

sempre achei piada a jogos e enigmas. há anos fizeram-me um que tem "batido certo", quase na onda da análise introspetiva do "eu".

 

desafio do advento #22 

conhece-te a ti mesmo... já dizia o outro senhor

reserva 3m, sem interrupções, para fazeres o jogo.

entra no "cenário" e visualiza o que te é proposto.

não procures a lógica das coisas.

descreve tudo o que "vês" (quantos mais pormenores visualizares mais completa será a análise. não te preocupes com beleza das palavras ou a correção linguística, escreve de modo intuitivo e sentido  - à mão ou diretamente no computador)

não avances etapas. avança para a situação seguinte apenas após concluíres a anterior.

 

vamos começar?

1 - estás num deserto. descreve esse deserto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2 - no deserto há um cavalo. como é?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3 - no deserto há flores. como são?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4 - estás a ver umas escadas. descreve-as?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5 - surge uma terrível tempestade. o que fazes?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

6 - depois de passada a tempestade descreve o que vês (considerando a presença ou ausência dos elementos introduzidos na história)

 

- the end - 

 

refleti como seria a melhor forma de fazer isto ... e como não há formulas perfeitas, deixo duas opções (isto é à vontade do freguês): colocam a vossa descrição nos comentários e respondo lá ou enviam a vossa história por email (lifestylematernity@gmail.com) e respondo pelo mesmo meio (neste caso coloquem nos comentários que enviaram por email, assim não corro o risco que se perca no spam).

 

por curiosidade: sentiram-se identificados com a análise do vosso deserto?

calendário do advento #11

 

o que não vemos não nos magoa, mas não quer dizer que não aconteca!

 

desafio do advento #11

no dia internacional da unicef faz o teu donativo (nunca penses que o que tens para dar é pouco, se cada ser do mundo desse 1€ a diferença se faria sentir)

 

calendário do advento #10

calendário do advento #9

calendário do advento #8

calendário do advento #7

calendário do advento #6

calendário do advento #5

calendário do advento #4

calendário do advento #3

calendário do advento #2

calendário do advento #1

calendário do advento #8

hoje é feriado ... yupi!

 

desafio do advento #8

 desliga-te do telemóvel, tablet, computador durante 4h seguidas (pelo menos! e não vale enquanto estás a dormir ) e dedica-te 100% àqueles que amas!

estás sozinho, longe dos teus? sai a rua (vai correr - sem música , ao cinema, a uma exposição...) conecta-te ao mundo!

 

por curiosidade: como foi a experiência?

 

calendário do advento #7

calendário do advento #6

calendário do advento #5

calendário do advento #4

calendário do advento #3

calendário do advento #2

calendário do advento #1

calendário do advento #5

 

desafio do advento #5

que mensagem tens para o/a teu/tua "ex"?

se tens assuntos inacabados escreve sobre isso e encerar o assunto (nem que nunca mostres a ninguém, nem mesmo a ele o que escreveste, por vezes só é preciso "deitar cá para fora").

o contrário também conta! se foi uma relação positiva, se te deixou coisas boas, agradece também por isso, nem que seja só agradecer à vida por te ter permitido conhecer essa pessoa!

 

calendário do advento #4

calendário do advento #3

calendário do advento #2

calendário do advento #1

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

instagram

facebook

pinterest

blogs portugal

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D