Follow my blog with Bloglovin

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

'wine lover' em puro sofrimento!

sou amante confessa de bom vinho. sempre que tenho oportunidade faço enoturismo no nosso rico portugal (com paixão assumida pelo alentejo e douro).

para estas férias de verão decidimos levar esta paixão além fronteiras e visitar a bela região de toscana. a zona é verdadeiramente "molto bella".

o único problema é eu não poder usufruir do néctar dos deuses! ai que suplício em que me meti! é óbvio que quando marcamos a viagem a bebé estava em mente mas não era ainda uma realidade. bem que me tramei pela antecedência 🙃

kermit-1651615_1920.jpg

imagem retirada daqui

 

imaginem comer um belo prato de queijos de pienza ou um bife à fiorentina sem os acompanhar com o devido requinte de um "vino rosso" 

estão a ser uma férias magníficas ... mas dolorosas no que ao bacco diz respeito! 

intrigas da aldeia

estas últimas semanas antes das férias têm sido uma loucura! como diz alguém que conheço "não tenho tido tempo nem para me coçar"!

há muito que queria vir partilhar um episódio que ainda nem sei bem como designar. na passada semana andava eu nesta azáfama e a minha best friend ou como gosto de chamar "my person" começa uma conversa por sms, no mínimo, hilariante! ela tinha feito uma descoberta sobre algo que eu lhe tinha ocultado (estava a ser irónica pois sabe que para ela a minha vida é um livro aberto).

então vejam esta maravilhosa história: "o meu ex namorado gostava imenso de mim mas não conseguia manter a farsa e acabou comigo por ser homossexual". vejam o que uma mulher descobre passados tantos anos! 🤣 juro que gostava de entender porque as pessoas se entretém a inventar histórias sobre a minha vida! e nem imaginam elas que sou uma blogger famosa 🤣🤣🤣 o hilariante da história não se esgota aqui. estava eu a receber as sms com uma outra amiga e a rirmos às gargalhadas pela estupidez humana. até que a "my person" me diz que quem contou a história à pessoa que lhe contou a ela, era a pessoa que estava a meu lado (facto que ela desconhecia). eu soltei uma gargalhada ainda maior, pois sabia tal não ser possível! a amiga a meu lado ficou verde de raiva por ser acusada de ter dito o que não disse! e bem, assim anda meio mundo a tramar outro meio!

angry-1256467_1920.jpg

imagem retirada daqui

homem que é homem não ajuda em casa

porque tem o homem de ajudar em casa?

ele trabalha todo o dia, precisa de chegar a casa e relaxar, descansar!

esperem! a mulher também…

mas reafirmo a questão: porque tem o homem de ajudar em casa?

é uma questão de princípio, cultura ou educação?

e nós, mulheres, pelos mesmos princípios, cultura e educação não nos abeiramos deles, quase com medo de incomodar, a pedir ajuda? ou, coitados deles nem entendem o porque, desatinamos feitas loucas porque eles não nos ajudam e mais … não colaboram contribuindo ainda mais para o caos.

os homens são mais descontraídos do que as mulheres…pudera! quiçá se sentissem que têm a responsabilidade do trabalho, da casa, dos filhos… quiçá estariam um pouco mais cansados, preocupados, contraídos.

sim, há muitos que ajudam. mas não deviam.

homem que é homem não tem que ajudar a mulher em casa!

sabem porquê?

porque a casa e as suas lides não são uma responsabilidade da mulher.

no meu código genético não estão encriptadas as lides domésticas.

se assumimos uma relação de iguais, assumimos responsabilidades iguais.

e entre iguais se partilham tarefas, responsabilidades … e aí sim um pode ajudar o outro… como iguais.

mulheres: retiremos de nós este peso de achar que somos nós que temos de fazer as coisas. que se a camisa não está engomada é porque falhamos, se o pó abunda é porque somos porcas… libertemo-nos do preconceito e do peso cultural e assumamos que entre iguais, responsabilidades iguais.

não digo que seja fácil, mas como em tudo, se não se iniciar a mudança esta não ocorrerá. com o simplex, deliciosamente descontraído e distraído, uma vez tive que lhe por as coisas nestes termos: “estamos aqui duas pessoas, se tu não fizeres nada quem achas que fará tudo?” não digo que o tenha transformado a 100%, mas asseguro-vos que lhe “caiu a ficha”; a partir daí foi-se responsabilizando também. e acredito que com trabalho (de ambos - porque sim: temos de os educar) cheguemos ao equilíbrio, quase, perfeito.

homem que é homem não ajuda em casa

 

diz-se que: as mãezinhas dos nossos meninos poderiam ter sido um pouco mais feministas e contribuído gradualmente para a igualdade entre géneros, no entanto optaram por os apaparicar e perpetuar a sua inutilidade e desresponsabilização nas tarefas do lar. camaradas confio que eduquem os vossos filhos e filhas no princípio da igualdade, a eles por razões óbvias e a elas para não sentirem o peso da responsabilidade unilateral que nós hoje, embora recalcado, ainda sentimos.

 

#repost

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

instagram

facebook

pinterest

blogs portugal

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D