Follow my blog with Bloglovin

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

pastéis de chaves em coimbra

sou fã confessa da cidade de coimbra. adoro perder-me na zona antiga. tantos recantos para explorar!

fico encantadas com as estreitas ruas, cheias de pessoas sedentas por beber de toda a histórias que estas comportam.

hoje, de regresso de uma das minhas incursões pela cidade, a caminho da estação “velha” de comboios senti aquele ratito que, no meu caso, tem de ser atendido ou vira fera!

de frente para a estação desci a rua da direita, visto que à esquerda temos o estonteante mondego, e no final da rua encontrei a loja dos pastéis de chaves. entrei e analisei a oferta. embora adore, fugi do tradicional pastel de vitela. a minha escolha recaiu para o de frango e chili… simplesmente orgásmico!

se puderem façam uma visita… são divinais e a oferta é diversificada.

ai que agora, só de lembrar, fiquei com água na boca!

 

1181341_orig.png

imagem retirada daqui

conversas de rua

ao sair do trabalho passo por um grupo de 4 homens que rondavam os 30 anos.

estavam embrenhados na conversa.

é assim que, indiscretamente, ouço parte desta (impossível não ouvir visto falarem a pulmões cheios):

"tenho espanhol há muitos anos, já percebo daquilo. estou farto da merda do espanhol, só não sei é escrever"

 

spanish-375830_1280.jpg

imagem retrada daqui

 

pois coitado do senhor...já domina... só não escreve 

 

top 10 músicas boa onda, segundo a ciência

nas minhas deambulações deparei-me com um artigo intitulado "top 10 canciones positivas según la ciencia" e, como sabem, sou fã da ciência :)

assim decidi trazer aqui para o blog as canções que os senhores consideram as mais positivas, não se pense que foram escolhidas ao acaso; há uma fórmula e tudo! 

 

Rating = 60 + (0.00165 * BPM – 120) ^ 2 + (4.376 * Major) + 0.78 * nChords – (Major * nChords)

BPM - ritmo da canção (bits por minuto)

Major - 1 se a canção está em tom maior e 0 se está em tom menor

nChords -  nº de acordes que compõem a canção

 

#10 walking on sunshine - katrina & the waves

 

#9 i will survive - gloria gaynor

 

#8 living on a prayer - bon jovi

 

#7 girls just wanna have fun - cyndi lauper

 

#6 im a believer - the monkees

 

 

 #5 eyes of the tiger - survivor

 

 

 

#4 uptown girl - billy joel

 

 

 

#3 good vibrations - beach boy

 

 

 

#2 dancing queen - abba

 

 

 

#1 don't stop me now - queen

  

 

confesso ser algo crítica em relação a esta seleção...mas se é ciência é ciência 

nem sempre é fácil, ou quiçá, nem sempre é difícil

relacionamentos

como explicar a amálgama de sentimentos que tantas vezes sentimos?

será verdade que é uma característica inerente ao género feminino? seremos umas mais voláteis do que outras?

ou, no que diz respeito a relacionamentos amorosos temos todas as mesmas sombras?

 

 

confesso ter saudades do meu "primeiro amor"; não pela pessoa com quem partilhei essa história – embora o recorde com ternura, mas pela magia, a inocência e a certeza da eternidade daquele sentimento.

sei, agora, que nada é eterno. nem o bom, nem o mau. chata a vida que nos ensina a desconfiar!

à medida que fui crescendo e acumulando desgostos, as minhas entregas passaram a ser "acauteladas", as decisões ponderadas - levando ao extremo a racionalização do subjetivo - e o jogo de poder constante - para garantir que deixo claro que não estou para que me magoem.

agora, até prova em contrário, e inevitavelmente aberta a essa possibilidade em consequência dos meus relacionamentos passados e de tantos outros que acompanhei e acompanho, tenho o namorido p.e.r.f.e.i.t.o.! para além de lindo – sim, sei que o amor pode deturpar a minha análise, mas o que interessa é como eu o vejo - é inteligente, tem princípios firmes, sentido de humor e, o mais importante, paciência de santo para as minhas inseguranças a variações de humor! tem, no entanto, uma forte falha para um ser sensível como eu: é autocentrado e nada romântico. mas é bom recordar que referi ter o namorido p.e.r.f.e.i.t.o. e não o príncipe encantado!

perante este cenário, deveria estar feliz e aproveitar cada segundo na sua companhia... e é o que acontece... quando não sou possuída pela névoa da insegurança e o meu desejo irracional de ser o centro do seu mundo. por vezes sou tão infantil que nem eu mesma sei como lidar comigo! e é aqui que vejo naquele ser toda a perfeição e afeição do universo. lida comigo de forma tão assertiva que me faz sentir “idiota” pelos meus desvarios!

porque o faço pagar pelas minhas deambulações amorosas? porque não acredito cegamente no seu amor?

a vida torna-nos frios e racionais, desprovidos do encanto e a magia de acreditar no "foram felizes para sempre". este aspeto não te de ser um fator negativo. ter noção das fragilidades de um relacionamento permite-nos lidar com ele de uma forma mais construída e até prevenir certas situações que possam surgir e fazer mossas na relação.

um relacionamento implica sempre duas pessoas. e cada uma delas é um ser único e especial, com as suas “taras e manias”. cada um tem as suas necessidades, os seus valores e exigências … nem sempre são compatíveis ou entendidos pela outra pessoa. a consciência disto dá-nos uma arma poderosa para “salvar o amor”.

a experiência traz-nos a consciência de que as relações são frágeis e por isso têm de ser trabalhadas e alimentadas.

traz-nos também a sabedoria para aceitar que as pessoas não mudam. ou seja, não mudam traços da sua personalidade, podem mudar alguns comportamentos, mas não mudam a base destes. assim, se o nosso companheiro tiver uma característica com a qual não conseguimos lidar, o melhor é deixar o barco enquanto a maré está calma.

a paixão surge naturalmente e é maravilhosa, mas um relacionamento estável e feliz é construído. essa construção exige trabalho, aceitação, entrega, partilha, empatia, sentido de humor, respeito e valorização do outro.

nem sempre é fácil, ou quiçá, nem sempre é difícil… todavia a cumplicidade atingida e a certeza do afeto do outro, valem bem a pena!

 

de tudo um pouco - tag

aceite o desfio da doce blogger luella rose do o jardim secreto, deixo aqui as 11 respostas ao desafio da tag de tudo um pouco.

 

tag

 

tenho sempre imensas dificuldades em responder em preto e branco, pois para a maior parte das questões as minhas respostas seriam mais para o equilíbrio, o mix ou o depende das situações. optei por me concentrar na ideia do que faço ou escolho mais vezes, para poder (tentar) dar respostas simples. 

 

1.qual o seu estilo de música preferido?  

não tenho. sou eclética no que respeita à música. são as minhas emoções, o meu estado de espírito que decide o que ouvir!

sou daquelas pessoas que já ouviu música para chorar, simplesmente porque era disso que precisava!

 

2.que peça de roupa é a sua preferida do momento?  

vestidos, adoro vestidos, de todos os estilos e feitios … é o meu síndrome de princesinha 

 

3.qual dos seus vernizes são mais divos? 

preto, simplesmente preto!

odeio pintas, flores, brilhantes…unhas que parecem bolos de aniversário!

 

4.shorts ou saia e porquê? 

saia. mais feminino e com mais variedade de estilos.

 

5.cabelo liso ou encaracolado? 

wild! é para onde lhe der … respeito a sua personalidade!

 

6.salto ou sapatilha

prefiro sapatilha, mas não dispenso uns bons saltos nos momentos certos 

 

7.brigadeiro ou gelado? 

gelado, sempre!

 

8.doce ou salgado? 

salgado…com uma imperial ou um bom vinho 

 

9.como você define o seu estilo?

imprevisível

 

10.você é do tipo consumista ou só compra o básico? 

compro o básico para me sentir feliz … o que, por vezes, é muito!

 

11.você se considera vaidoso? 

sim, com muito orgulho! 

 

 

não vou nomear ninguém.

desafio a quem quiser a responder à tag - depois identifico, fazendo link para o blog aderente, atualizando este post)

ou

a partilhar nos comentários a resposta a alguma das perguntas em que tenha uma visão mais fora da caixa – que é disso que por cá se gosta!

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

instagram

facebook

pinterest

blogs portugal

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D