Follow my blog with Bloglovin

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mami

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

. lifestyle . | devaneio & introspeção | descobrir | experimentar | partilhar | viver | sentir | amar | lutar | conquistar | desafiar | vencer | felicidade de ser e estar e não saber se se quer mais

calendário do advento 2016

advent-calendar-1236036_1280.jpg

o natal é uma época muito especial.

para mim sempre foi significado de reencontro com a família distante e, por isso, precedido de muita expectativa e ansiedade, vivido com fortes emoções e seguido de muita saudade.

o calendário do advento, tradição alemã que evoca a contagem dos dias até ao natal, com miminhos diários ajudava a gerir essa ansiedade. era engraçada a descoberta do que nos esperava a cada dia: rebuçados, bombons, cromos, lápis, brincadeiras, passeios ... com o passar dos anos e a saída da casa dos meus país, perdi esse hábito. no primeiro ano ainda comprei um daqueles com chocolate (os tradicionais à venda nos supermercados), mas a previsibilidade da "surpresa" retirava-lhe o encanto.

era bom receber um miminho a cada dia. este ano decidi recuperar a tradição do calendário do advento mudando as regras do jogo! vou fazer um calendário que me desafie cada dia a fazer algo positivo por alguém. receberei do advento o reflexo do que fizer pelos outros. é um cliché mas é verdade: "dar para receber".

desafio-vos a acompanhar-me nesta aventura de despreendimento, autoconhecimento e solidariedade!  prometo que a recompensa será garantida e satistafória!

amanhã começa a aventura  

viragem

fechar a porta

 

na passada sexta-feira tive um dia de cão vadio.

mais um "desgosto" no trabalho (eu que pensava que já estava imune!)

passei 2016 com o peso desta decisão, com avanços e recuos, mas a situação de sexta fez mesmo com que fechasse a porta. Quando me apercebi que não poderia haver outro caminho? Ontem quando em casa de uns amigos tive um discurso patético para o filho deles, que nada tinha a ver com o seu percurso profissional, mas sim com o meu!

a vida é curta, temos de aproveitar cada dia, fazer o que nos faz bem numa perspetiva otimista e saudável. temos, de igual modo, de ser economicamente responsáveis e para isso temos de trabalhar. porém, o que fazer quando o nosso trabalho inibe a nossa capacidade de ser feliz!

não estamos numa altura fácil para arranjar emprego. é verdade!

o nosso trabalho é um aspeto de extrema importância na nossa vida. é um facto!

estou frustrada e desmotivada. sinto-me desvalorizada. é uma vidência!

esta situação está a prejudicar o meu bem estar e a criar desequilíbrios emocionais. sem dúvida!

não vai ser fácil, sei que não.

vou começar 2017 com garra à procura de um emprego que me realize e que me permita crescer em todo o meu potencial!

sei que ainda é cedo para definir os objetivos de 2017 … mas que posso fazer, sou precoce!

neurónios para que vos quero?

desafio logico

depois de um assalto a um banco, os quatro funcionários descrevem o assaltante:

 

1) segundo o porteiro, o assaltante era alto, de olhos azuis e vestia uma gabardina e um chapéu;

2) segundo o caixa, o assaltante era baixo, de olhos negros, vestia uma gabardina e um chapéu;

3) segundo a secretária, o assaltante era de estatura média, tinha olhos verdes e vestia um sobretudo e um chapéu;

4) segundo o diretor, o assaltante era alto, de olhos cinzentos e vestia uma gabardina, não usava chapéu.

 

cada uma das testemunhas descreve apenas um pormenor com exatidão.

qual a figura do assaltante?

 

 

batido de aveia & chocolate

ingredientes

.1 colher (sopa) de farelo de aveia

.200ml de leite (de origem animal ou vegetal)

.1 colher (chá) de sementes chia

.1/2 banana madura

.1 colher (sopa) de cacau em pó

.gelo a gosto

 

 preparação

coloca as sementes de chia no leite e deixe repousar por 30m. junta todos os ingredientes (exceto o gelo) na liquidificadora e tritura bem.  Acrescenta o gelo e tritura novamente.

Serve e aproveita o momento para relaxar (se for à lareira tanto melhor!)

 

diz-se que: para não diluir o batido congelei a banana na vespera assim não adicionei gelo e ficou fresco e cremoso!

 

vê outras receitas com aveia:

overnight oats de banada com chia

panquecas de aveia

delícia de chia e aveia

papas de aveia

bolachas e panquecas de aveia

leite de aveia

overnight oats com manteiga de amendoim

panquecas de aveia dukan

bacalhau ... congelar sem demolhar?

bacalhau

 

decidi começar a encarar o natal 

no último fim-de-semana a minha mãe disse-me, a propósito da compra de bacalhau: aproveita as promoções, o preço vai subir!

eu, bem mandada, fui ao meu supermercado habitual e lá comecei a olhar para o convidado essencial na mesa dos portugueses, o sr. bacalhau! 

honestamente, pareciam-me todos iguais. munida da minha simpatia e assumindo a minha ignorância, lá fui ter com a senhora do bacalhau. simpaticamente questionou-me para que efeito o pretendia (estive a segundos de dizer: é para colocar na banheira para aproveitar as propriedades do sal, ouvi dizer que é excelente para pele - contive-me). concentrando-me novamente na senhora, referi que queria bons lombos.

dica 1 da senhora bacalhau: para ter bons lombos deverá escolher um peixe que tenha abas pequenas concentrando-se o peso e volume na parte central do peixe (pareceu-me óbvio, embora muito pertinente). prestando muita atenção à explicação da senhora, anui, sorri e disse: pode escolher por mim, se faz favor? (com o ar mais fofil que possam imaginar). simpaticamente assentiu e sorriu também (adoro pessoas simpáticas!)

surgiu aqui a dúvida existencial.

mami:por quanto tempo o posso guardar sem demolhar?

senhora do bacalhau: não dá para o natal!

mami: então o melhor será demolhar e depois congelar? (conclusão lógica lançada em voz alta)

senhora do bacalhau: não precisa de demolhar, pode congeral assim.

- grande nó na minha cabeça -

mami: mas é possível? não perde qualidades, seca ou salga mais?

senhora do bacalhau: não. na verdade pelo sal nem chega a congelar bem.

- nó grande começa a emaranhar-se -

mami: mas então para que congelar?

senhora do bacalhau: para conservar!

- começando a sentir que a conversa ia entrar em loop, decidi por término com um simples: muito obrigada  -

 

mas agora: o que faço com o bacalhau? demolho e congelo ou congelo sem demolhar?

cheguei a casa e comecei a minha pesquisa (não liguei à minha mãe pois sei que me indicaria o modo tradicional e o que eu pretendia era saber se o outro era efetivamente possível!)

os senhores da parmalat referem: "se quiser congelar bacalhau seco, deverá em primeiro lugar demolhá-lo. nunca o congele salgado." pareceu-me uma afirmação incisiva.

os senhores do bacalhau da noruega afirmam: "nunca congele o bacalhau ainda salgado!"  super incisivo!

continuei a pesquisa e não encontrei em lado algum que se possa congelar o bacalhau sem demolhar. 

de duas uma: ou a senhora do bacalhau é muito à frente e sabe novas técnicas, ou a senhora do bacalhau não devia ser a senhora o bacalhau!

 

vou demolhar o bacalhau e congelar, mas como gosto de dar o benefício da dúvida às pessoas e até gostei da senhora do bacalhau, vou congelar uma peça salgada ... não há nada como fazer a experiência  

 

já agora, alguma vez congelaram ou ouviram falar desta opção de congelar sem demolhar?

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

instagram

facebook

pinterest

blogs portugal

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D